Raimundinho, primo e ex-chefe de gabinete de Mirandão, é condenado por desviar recurso da Funasa em obras de esgoto sanitário de 2001