Conecte-se conosco

Cidades

ATUALIZADA | Seis mortos e diversos feridos em trágico acidente na BR 364 entre carreta e ônibus em Vilhena; confira os nomes

Publicado

em

Um trágico acidente envolvendo uma carreta e um ônibus lotado de passageiros foi registrado na noite de sábado, 28, e frente ao Balneário Ávila na BR 364, entre as cidades de Vilhena sentido a Pimenta Bueno, pelo menos seis mortos e 25 feridos, entre eles, seis crianças e duas gestantes, foram confirmados até o momento.

Segundo contato com o Inspetor da Polícia Rodoviária Federal, João Paulo Lobato, no momento do acidente chovia muito, o que pode ter ajudado nas causas do acidente que foi do tipo frontal.

O ônibus envolvido no acidente pertence a empresa Bruna Turismo, e segundo informações estava prestando serviços a empresa Trans Brasil, já a carreta com placa de Ariquemes, continha uma lona com o nome da empresa Supremax.

Na batida, o motorista da carreta identificado como Sérgio de Jesus Pereira (popular Pescoço e morador de Ariquemes), de 33 anos, sua esposa Morena Ferreira e a filha do casal, Karen de apenas 02 anos morreram na hora, no ônibus, morreram o motorista Ademir Valério de Oliveira, de 52 anos, o proprietário da empresa Bruna Turismo, Luiz Carlos Amaro (popular Bateria e morador de Comodoro/MT), de 51 anos e uma passageira do ônibus, Maria Pereira da Costa, de 52 anos.

Na carreta, havia uma outra criança, Adriel Ferreira, de 07 anos, filho do casal em óbitos Sérgio e Morena, este se salvou com apenas uma fratura e foi socorrido por um motorista que passava pelo local, ao hospital regional de Vilhena.

No ônibus, conforme apurado, 34 pessoas viajavam, a maioria teria embarcado na cidade de Vilhena, 25 ficaram feridas, sendo que dos feridos apenas 04 tiveram fraturas.

No local do acidente, equipes do Corpo de Bombeiros trabalharam incansavelmente por horas para se retirar as vítimas das ferragens, nas imagens percebe-se que a batida foi tão forte que o ônibus ficou completamente as partes frontais e traseiras completamente destruídas. A carreta ainda se arrastou por mais de 20 metros na rodovia até parar completamente contorcida no meio do asfalto.

A ocorrência mobilizou quatro equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para garantia da segurança e resgate das vítimas, além de todas as equipes de resgate do Corpo de Bombeiros Militares, e ainda, diversas ambulâncias do Hospital Regional, equipadas com enfermeiros e técnicos de enfermagem.

A pista foi liberada completamente após as 01h:55m deste domingo, 29, pela Polícia Rodoviária Federal

Ouça o áudio de uma testemunha que passou pelo local na hora do acidente

Da redação – Planeta Folha

Compartilhe com os amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Deixe seu comentário sobre a matéria acima

Juvino Publicidade