Conecte-se conosco

Cidades

Morre em Cacoal aos 44 anos, Chirlene Parente de Souza Barbosa, esposa de policial civil pioneiro

Publicado

em

Matéria após o anúncio

Foi sepultada ontem, na cidade de Cacoal, a agente comunitária de saúde, Chirlene Parente de Souza Barbosa. Ela tinha 44 anos e desde o ano passado lutava contra o câncer.

Servidora da prefeitura de Vilhena, Chirlene morou na cidade até 2006, quando se mudou para Cacoal, acompanhando o marido, o policial civil Samuel Barbosa, que atuou na corporação local por 21 anos.

Continua após o anúncio

A servidora foi diagnosticada com a doença quando fraturou uma vértebra. Quando foi submetida a uma ressonância, um tumor ao lado da fratura foi encontrado no exame.

Desde então, Chirlene fazia tratamento em Cacoal. O câncer, no entanto, se espalhou pelos ossos e, nos últimos dias, três tumores malignos foram descobertos no cérebro dela, que faleceu em casa.

Continua após o anúncio

Via Folha do Sul

Continua após o anúncio
Continua após o anúncio
Compartilhe com os amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Deixe seu comentário sobre a matéria acima
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Juvino Publicidade