Direção da empresa JBS de São Miguel perseguiu funcionários que denunciaram ausência de prevenção contra a Covid-19, afirma sindicato