“Blitz” do TCE/RO, feita por auditores, aponta que a saúde pública no município de Alta Floresta está um caos