Juiz de Costa Marques quando atuava em Vilhena mandou bloquear bens de empresa jornalística vencedora de licitação milionária em São Miguel do Guaporé