Vilhenenenses foragidos há três anos vão recorrer à justiça após decisão do STF sobre prisão em segunda instância