Após 5 anos, enfermeiro que usou raio-x de hospital do Cone Sul em cavalo é inocentado por comissão que investigou o caso