Banner juvino publicidade

Rondônia

18/05/2017 16:26 Da assessoria

Deputado Geraldo da Rondônia participa de Pit Stop da Campanha “Faça Bonito” contra o abuso sexual

Na manhã desta quinta-feira (18), o Deputado Geraldo da Rondônia (PSC) participou de um grande Pit Stop referente à Campanha “Faça Bonito – Esquecer é permitir, Lembrar é Combater” na Avenida Tancredo Neves, em alusão ao dia 18 de maio que é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

O Pit Stop teve como realização a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SEMDES), Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Guarda Mirim do 7º Batalhão da Polícia Militar, Grupo de Voluntários da SEICHO-NO-IE e outras secretarias do município que foram as ruas apoiar esta causa.

Foram distribuídos vários panfletos informativos onde mostram a importância de denunciar a este tipo de crime, através do disque denúncia 100.

O deputado parabenizou o trabalho das equipes envolvidas na campanha e lembrou que, “não podemos nos calar diante de tal crime, se perceber que alguém esta sendo vítima, devemos ligar imediatamente no Disque 100, não podemos nos calar diante de um crime tão cruel”, enfatizou o deputado, Geraldo da Rondônia.

A Secretária da SEMDES, Adriana Pinheiro também falou sobre a importância da campanha, “estamos hoje dando mais um passo importante ao combate de abuso sexual de nossas crianças e adolescentes, muitas vezes estes crimes acaba ficando impune por falta de denuncia, não podemos nos calar, se perceberem qualquer indicio de que alguém esta sofrendo abuso, denuncie logo, antes que seja tarde”, disse a secretária.

No Brasil, o Disque 100 e o aplicativo Proteja Brasil são os principais meios de denúncia dos crimes envolvendo crianças e jovens. Apenas em 2015 e 2016, 37 mil casos de denúncias de violência sexual na faixa etária de 0 a 18 anos foram recebidos pelo Disque 100.

Apenas em 2016 foram 17,5 mil casos. A maior parte das denúncias é referente aos crimes de abuso sexual (72%) e exploração sexual (20%). As demais ligações estavam relacionadas a outras violações como pornografia infantil, sexting, grooming, exploração sexual no turismo, estupro.

Da assessoria


Loading...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9841-29772

atendimento@planetafolha.com.br

Permitida a reprodução com citação da fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato!
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo