Banner juvino publicidade

Regional

Novas informações! 23/07/2018 15:29 Fonte: Planeta Folha - Cristiano Lyra

“Matei por que tentou me matar com golpe de foice”, afirma enteado suspeito de assassinar e ocultar cadáver de idoso dentro de poço em Rolim de Moura

O enteado disse que o crime ocorreu após questionar o padrasto se havia "molestado" sua mãe que esta acamada. O idoso foi encontrado amarrado com cabos junto a um pneu dentro do poço. (ASSISTA A COLETIVA NA INTEGRA)

O caso que comoveu o município de Rolim de Moura (RO) neste final de semana, ganhou mais uma versão após o cadáver do idoso Francisco Domingues da Silva de 82 anos ser encontrado enterrado a aproximadamente 06 metros dentro do poço em sua residência, na Rua Tocantins, esquina com a Av. Brasília, no Bairro Boa Esperança.

Em entrevista coletiva com o Delegado Dr. Cesar, responsável pelas investigações, o mesmo afirmou que o acusado, Pedro Luiz Sulzbacher de 52 anos, confessou que assassinou o idoso e alegou legitima defesa.

Segundo o Delegado, Pedro disse que na data do sumiço do idoso no início do mês, ele teria saído para ir ao mercado e ao voltar, se deparou com a frauda descartável de sua genitora rasgada e um dos seios do lado de fora, desconfiando que seu padrasto teria molestado a mesma, o mesmo indagou o mesmo sobre o fato, momento em que o idoso disse “Eu faço com a sua mãe o que eu querer, pois ela é minha mulher”, momento em que o idoso partiu para cima do enteado com uma foice, e ao golpeá-lo, o enteado conseguiu escapar e na posse de um martelo que estava utilizando para consertar um casinha de cachorro nos fundos do quintal, golpeou-o na cabeça e o matou.

Após matar o padrasto, o enteado contou que sem saber o que fazer com o cadáver, pegou o mesmo amarrou em um pneu e jogou-o dentro do poço.

Indagado sobre a terra utilizada para tapar o poço, o enteado disse que a intenção não era aterrar o poço, e sim o manobrista teria errado o local e derramado a terra ao lado do poço, vindo a cair uma porção de terra dentro, vindo a tapar o poço.

Segundo Dr. Cesar, o acusado foi autuado e preso pelo crime de ocultação de cadáver, e não pode ser flagranteado pelo assassinato devido ao prazo até encontrar o corpo ter saído fora flagrante, ele aguarda na cadeia o seu julgamento.

O delegado afirmou que o acusado afirmou que no passado o mesmo já foi acusado e processado pelo crime de violência doméstica no estado do Paraná.

Na mesma coletiva o Comandante do Corpo de Bombeiro, Tenente Natanailson, falou que o corpo estava amarrado com cabos junto a um pneu, havia pedaços de madeiras e pés de bananeiras além da terra jogada para entupir o poço.

“Quero agradecer a toda equipe do Corpo de Bombeiros, Policia Civil, Policia Militar, Polícia Técnica, DER e todos os voluntários que participaram da retirada do corpo de dentro do poço, foram três dias de muito trabalho árduo, mas conseguimos concluir com êxito a operação”, disse o Tenente Natanailson.

Foram usados caminhão auto fossa, retroescavadeira e trabalhos braçais para se chegar até o corpo, que já estava em decomposição.

Entenda o caso e veja mais fotos clicando aqui!

Fonte e fotos: Planeta Folha - Cristiano Lyra

Acompanhe a nossa página no Facebook AQUI


Veja também sobre Rolim de Moura Idoso
Cargando...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9842-96737

atendimento@planetafolha.com.br

2016 - 2018: Planeta Folha é uma publicação de Planeta Folha - ME. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização por escrita da direção, mesmo citando a fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato! ou fale diretamente com nossa redação - (Fale conosco pelo WhatsApp)
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo