Banner juvino publicidade

Regional

Seringueiras 22/07/2018 07:43 Planeta 🌏 Folha 🍃

Seringueiras: 'Sujões' jogam lixo nas ruas sem a preocupação com a saúde ou meio ambiente e a higiene da cidade

A solução é cultural e depende da existência de cidadãos participativos, que se sinta integrante da cidade e reaja ao notar um sujão.

Seringueiras uma pequena cidade do interior do estado de Rondônia os porcalhões não estão agindo de forma correta na hora de descartar o lixo. Em vários pontos da cidade os lixos estão espalhados, nos canteiros centrais nas laterais de ruas e avenidas, próximos às lixeiras, em frente às casas, e principalmente nos terrenos baldios, a população precisa fazer a sua parte e ajudar a manter a cidade limpa. Não podemos esperar somente da administração pública.

Símbolo da sujeira, o porco ganhou esse 'status' por viver em meio à lama, porém, a fama é quase injusta. Ele precisa da lama para controlar a temperatura corporal e é até bem higiênico, já que reserva apenas um local do chiqueiro para defecar. Além disso, é reconhecido como um dos mais inteligentes do reino animal.

No entanto, existe outro tipo de 'porco', por vezes, nem tão inteligente e que provoca a sujeira por motivos nada nobres. Esse gosta de viver em meio a latinhas de refrigerante, embalagens de chocolate e bitucas de cigarro e outros lixos, simplesmente porque decide não caminhar alguns passos até a lixeira para desfazer do seu lixo. As Lixeiras irregulares ao alcance de cães contribuem e ajudam a espalhar os lixos que ficam jogados nas ruas e se somam e causam uma sensação desagradável demonstrando total falta de educação dos porcalhões.

Os cidadãos têm grande parcela de culpa  no descarte irregular de lixo, “a rede de água pluviais não é do governo, e sim da população, que precisa ter consciência  no sentido de zelar e cuidar dela. O lixo descartado por você de forma irregular vai parar justamente na rede de água que você e sua família vão consumir, a realidade é que falta às pessoas a  percepção de que a cidade que sujam é a mesma em que moram, trabalham e vivem.

Jogar lixo na rua não prejudica só a beleza da cidade. As consequências são mais severas, o lixo ainda pode servir de criadouro para o mosquito transmissor várias doenças, que contribuem para proliferação do mosquito Aedes aegypti, aumentando os focos do mosquito, transmissor da dengue, chikungunya e do zika vírus, O grande número de doentes está diretamente ligado à postura da comunidade,  a maioria dos focos do mosquito Aedes aegypti estão dentro dos seus próprios quintais. Isso significa dizer que muitos moradores não têm o mínimo de cuidado com seu quintal, além das sujeiras e a demonstração de desmazelo.

A dengue é apenas uma das doenças que podem ser causadas pelo lixo acumulado. Tétano, febre tifóide, leptospirose, verminoses e hepatite “A” são outras enfermidades que ameaçam a população causadas pelo descarte irregular dos resíduos. Além da saúde, jogar lixo na rua acarreta outros problemas,  bueiros entupidos, em época de temporais e alagamentos.

Por que toda essa sujeira?

A relação conturbada entre o público e o privado pode ser um motivo. "Acho que tem uma naturalização de que a cidade é de ninguém, como se fosse um espaço disponível para as pessoas fazer o que quiser, quando quiser, do jeito que quiser, sem prestar contas a ninguém”. A solução é cultural e depende da existência de cidadãos participativos, que se sinta integrante da cidade e reaja ao notar um sujão.


Veja também sobre Seringueiras lixo sujeira
Loading...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9842-96737

atendimento@planetafolha.com.br

2016 - 2018: Planeta Folha é uma publicação de Planeta Folha - ME. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização por escrita da direção, mesmo citando a fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato! ou fale diretamente com nossa redação - (Fale conosco pelo WhatsApp)
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo