Banner juvino publicidade

Regional

Politica 15/05/2018 18:15 Fonte: Da assessoria para o Planeta Folha

Encabeçada pelo Vereador Delegado Morari câmara de Rolim de Moura instauram CPI sobre denúncia de Transporte de Calcários para outros municípios

Os vereadores Alison Ferreira, Chico do Sindicato e Ênio Rainicke foram os únicos contrario à abertura da CPI.

A sessão ordinária da segunda-feira (14), foi lido em plenário pelo Vereador e Presidente Aldair Júlio o Requerimento encabeçado pelo Vereador Delegado Morari e assinado por mais 05 vereadores e após instaurado a CPI – Comissão Parlamentar de Inquérito, para apurar as denúncias de transporte de Calcário por agentes públicos da secretaria municipal de obras para fora do município de Rolim de Moura/RO.

A denúncia de autoria do senhor Dinho Dinstimann conhecido como Dinho Cassol, foi assinada apenas pelos 06 vereadores dos 09 que casa de leis possuem, sendo os favoráveis, Delegado Renato Cesar Morari - PODEMOS, Leonel Pereira da Cruz - PDT, Aldair Júlio Pereira, Laudeci Pereira de Menezes - PODEMOS, Uender Arpine Nogueira - PSL e Lauro Franciele Silva Lopes - PRB, sendo os contrários a instauração da CPI, os vereadores, Alisson Ferreira - PSDB, Chico do Sindicato - PT e Ênio Rainicke - PMDB.

Através de sorteio com o apoio do Professor Juscelino que pegou os nomes para a composição da CPI, foram sorteados três vereadores que após uma reunião em particular entre ambos, ficaram decidido como Presidente da Comissão, o Vereador Alisson Ferreira, Relator Uender Arpine Nogueira e Secretario Leonel Pereira da Cruz. O Presidente Aldair Júlio não foi incluído no sorteio devido ao regimento interno da câmara de vereadores não permitir que o presidente integre uma CPI.

A denúncia traz as informações de supostos transportes irregulares de Calcário adquiridos por particulares na Empresa Centrais Elétricas Cesar Cassol Filho LTDA, por servidores públicos lotado na Secretaria Municipal de Agricultura e veículos do município para fora do município de Rolim de Moura nos anos de 2016 e 2017, conforme Notas Fiscais, Placas e Espelhos de consultas dos veículos utilizados no suposto transporte.

Na sessão ordinária do dia 09/04/2018 foi lida em plenário a denúncia e deliberado pela câmara municipal de vereadores, que os órgãos competentes comprovassem as autenticidades dos documentos recebidos pela câmara em forma de denúncia, no qual foi confirmado as autenticidades dos mesmos.

O prazo para que os vereadores que compõe a Comissão de Inquérito Parlamentar apresentarem o relatório sobre as veracidade ou não das denúncias em questão são de 90 dias, sendo possível a prorrogação do mesmo.

O Vereador Delegado Morari em sua fala disse, que vale ressaltar que esta CPI não é uma cassação de mandato do Prefeito Luizão do Trento e sim apenas uma investigação sobre os atos supostamente irregulares cometidos pelos agentes públicos, e que o vereador espera que os três vereadores realize um trabalho excelente e que possa provar a existência ou não dos possíveis fatos denunciados.

"Planeta Folha" também está no FacebookTwitterYouTube e Instagram! 

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do Planeta Folha - PF no (69) 98429-6737.


Loading...
Loading...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9842-96737

atendimento@planetafolha.com.br

2016 - 2018: Planeta Folha é uma publicação de Planeta Folha - ME. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização por escrita da direção, mesmo citando a fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato! ou fale diretamente com nossa redação - (Fale conosco pelo WhatsApp)
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo