Banner juvino publicidade

Regional

LUTO EM ROLIM DE MOURA 03/01/2018 12:46 Fonte: Planeta Folha

LUTO - Morre uma das irmãs torturadas com fogo na zona rural de Rolim de Moura

Segundo o médico, o fato de ter sido informada sobre a morte da mãe, pode ter influenciado na recuperação de Kathyele, que não resistiu e morreu.

A cidade de Rolim de Moura amanheceu de luto e consternada com a informação de que uma das irmãs, torturadas e queimadas em outubro de 2017, na linha 180, zona rural do município, não resistiu ao tratamento e teve uma parada-cardiorrespiratória e veio a óbito na madrugada desta quarta-feira (03) na cidade de Porto Velho.

As duas meninas, de 05 e 07 anos estavam desde o ano passado internadas no Hospital Cosme e Damião na cidade de Porto Velho, e chegaram a receber um transplante de pele, familiares estão na capital desde o incidente cuidando das garotinhas.

Acompanhe mais noticias em nossa página no Facebook, CLIQUE AQUI!

A informação foi primeiramente confirmada pelo Delegado Renato Cesar Morari em sua rede social e posteriormente confirmada pelos familiares da pequena Kathyele de Jesus de 05 anos.

A morte da pequena Kathyele veio como surpresa, haja vista, que a mesma estava se recuperando mais rapidamente do que sua irmã mais velha de 07 anos.

O diretor do hospital, Daniel Pires, conta que foram 50 minutos de tentativas e três pediatras tentando salvar Kathyele, mas ela acabou falecendo. "Ela teve intercorrência clínica, e infelizmente, mesmo com o grande trabalho de nossos plantonistas, foi irreversível”.

A irmã mais velha, Joice Sabrina Alves, 7 anos, segue internada e seu estado de saúde ainda inspira cuidados. Ambas adquiriram queimaduras de 4º grau, segundo os médicos.

Segundo o médico, o fato de ter sido informada sobre a morte da mãe, pode ter influenciado na recuperação de Kathyele. "As lesões foram devastadoras, tanto as físicas como psicológicas e isso realmente prejudica o nosso tratamento. Lamentamos porque esperávamos um desfecho diferente".

Entenda o caso

As crianças foram torturadas por Idair dos Reis Maria, mais conhecido como Mano Reis. Ele matou a mãe das meninas, com quem mantinha um relacionamento extraconjugal, e dias depois foi encontrado morto a cerca de 700 metros da represa onde ele havia deixado as meninas nuas e queimadas as margens de uma represa.

Fonte: Planeta Folha


Loading...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9992-49411

atendimento@planetafolha.com.br

Permitida a reprodução com citação da fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato!
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo