Banner juvino publicidade

Política

Politica 04/05/2018 13:58 Fonte: Planeta Folha - Cristiano Lyra

Vereador Clé Gonçalves culpa presidente da Câmara Municipal de Costa Marques por não realizar concurso público no legislativo

O vereador Clé Gonçalves (PSDB), ex-presidente da Câmara Municipal de Costa Marques procurou a nossa redação para esclarecer à população de seu município sobre a situação do concurso público que foi anulado pelo atual presidente do legislativo vereador Antônio Augusto Neto.

Recentemente, o Ministério Público Estadual ingressou com uma ação de improbidade administrava em desfavor do próprio vereador Clé Gonçalves, contra o atual presidente do legislativo e contra a empresa Fundação de Apoio à Pesquisa Científica, Educacional e Tecnológica de Rondônia, que foi classificada para realizar o concurso público, porém após o vereador Antônio Augusto Neto ter assumido a presidência da casa de leis resolveu cancelar o certamente, o que motivou a promotoria local a ingressar com civil de número 7000387.29.2018.822.0016, para que os requeridos possam ressarcir ao erário o prejuízo havido com a não realização do certame.   

O vereador Clé Gonçalves ressaltou à nossa reportagem que esteve na cidade de Costa Marques para entrevistá-lo sobre os motivos que levaram a promotoria local a propor a ação civil de improbidade administrativa porque ao que parece que parlamentar estava cumprindo rigorosamente com a legislação que trata sobre licitação (lei 9.666/93) e o mesmo se estranhou ao ser notificado para responder o processo.

O parlamentar disse que sempre pontuou sua atuação como vereador na Câmara de Costa Marques de forme firme e transparente. “Desta forma, quero esclarecer a realidade do concurso público para atender o quadro de servidores da casa de leis, uma vez que o Ministério Público Estadual da comarca me solicitou que realizasse o certame e procurando atender o requerimento do parquet, coloquei-me à disposição para providenciar o mais rápido possível o procedimento licitatório e todos os requisitos foram devidamente cumpridos por mim e após parecer jurídico emitido pelo procurador da época pela homologação do processo. Por último, quero ressaltar que lamentavelmente o atual presidente tomou uma iniciativa isolada de cancelar o concurso público para prejudicar muita gente que estava interessada em trabalhar como servidor de carreira do poder legislativo de Costa Marques, mas dada a falta de interesse do atual presidente da casa de leis, acredito que somente com pressão da comunidade e também por medidas vindas do Ministério Público e do Poder Judiciário serão capazes de que o concurso público saia o mais rápido possível porque essa é a vontade dos moradores de meu município que conhecem minhas atividades parlamentares voltadas à transparência do legislativo municipal para ser uma ferramenta de luta em favor da melhoria da qualidade de vida da população de Costa Marques”, finalizou o parlamentar.


Veja também sobre Costa Marques
Loading...
Loading...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9842-96737

atendimento@planetafolha.com.br

2016 - 2018: Planeta Folha é uma publicação de Planeta Folha - ME. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização por escrita da direção, mesmo citando a fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato! ou fale diretamente com nossa redação - (Fale conosco pelo WhatsApp)
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo