Banner juvino publicidade

Política

Politica 27/04/2018 10:00 Fonte: Da assessoria para o Planeta Folha

Alvará de soltura em favor de Lula será expedido no dia 10 de maio próximo

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), enviou para julgamento no plenário virtual da Segunda Turma da Corte o recurso da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), contra decisão do próprio ministro na reclamação feita ao STF um dia antes da prisão do petista. A Segunda Turma é composta por Fachin, Celso de Mello, Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli de Gilmar Mendes, que no na última terça-feira, por maioria (3x2), decidiu retirar trechos de delações dos executivos da Odebrecht referentes ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva das mãos do juiz federal Sérgio Moro. Na prática, as ações continuam com o juiz, mas as delações devem ser “desentranhadas” dos autos, ou seja, retiradas do processo. Os trechos serão encaminhados para a Justiça Federal de São Paulo. A deliberação foi tomada pela 2ª Turma da Corte depois de um recurso dos advogados do ex-presidente. Votaram a favor da transferência de depoimentos os ministros Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes, enquanto o relator do caso, Luiz Edson Fachin, e Celso de Mello foram contrários. O próximo julgamento será virtual, ou seja, os ministros não precisarão se reunir fisicamente. Seus votos serão incluídos no sistema do STF. A data do julgamento não foi marcada, mas a expectativa é que ocorra no dia 10 de maio e a decisão será conhecida porque a votação será em forma eletrônica. 

O julgamento virtual do próximo dia 10 de maio apenas irá confirmar o que já foi decidido no dia 24 passado porque o entendimento da maioria dos será mantido, o que significa a possibilidade de 100% de expedição de alvará de soltura em favor do ex-presidente, que não será mais tratado como ficha-suja (inelegível) porque quem cuidará do caso relacionado ao apartamento triplex vai ser a Justiça Federal do Estado de São Paulo referente à acusação contra o ex-presidente Lula de ter recebido este imóvel como. 

Quem não está gostando nada disso é a turma do Bolsonaro, que pode tirar o cavalo da chuva que o ex-presidente será eleito no primeiro turno, uma vez que a maioria esmagadora da população brasileira reconhece na pessoa de Lula como o melhor presidente que o país já teve. Os demais adversários do ex-presidente não passam de 7% dos votos. São chamados de nanicos. Joaquim Barbosa, ao saber que Lula está no páreo, é o primeiro a desistir da corrida sucessória. Se sair, não passa de um 1% de votos. Lembra-se de Ulysses Guimarães, o político mais respeitado que tivemos após o golpe militar? Saiu candidato a presidente pelo MDB e não passou de 1% dos votos. Outro que irá desisti r será Ciro Gomes, velho amigo e companheiro de Lula. A Manuela (PCdoB) é uma ótima candidata, também desistirá porque sempre houve harmonia política dos comunistas com os petistas. O candidato do PSOL, conhecido por Boulos, líder dos sem-teto em São Paulo, é o que mais se aproxima de Lula, talvez participe do pleito sucessório presidencial porque o seu partido tem uma tradição de concorrer sempre para marcar presença nas eleições e divulgar suas propostas de governo para o Brasil. FHC disse essa semana que o fato de o senador tucano Aécio Neves virar réu no STF abala a candidatura de Geraldo Alckmin a presidente da República. Este candidato já é freguês do PT. Lula bateu o ex-governador de São Paulo na campanha de 2006. Agora nesta de 2018, nem 10% dos votos o tucano terá. Então, é só esperar o dia 31 de dezembro de 2018 para prestigiarmos a posse de Lula para exercer o terceiro mandato presidencial e fazer o povo brasileiro a ser feliz novamente. 

Jornalista Zé do Caixão. Articulista do Site Planeta Folha. Rolim de Moura (RO).


Veja também sobre POlitica
Cargando...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9842-96737

atendimento@planetafolha.com.br

2016 - 2018: Planeta Folha é uma publicação de Planeta Folha - ME. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização por escrita da direção, mesmo citando a fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato! ou fale diretamente com nossa redação - (Fale conosco pelo WhatsApp)
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo