Banner juvino publicidade

Política

Politica 06/01/2018 11:14 Fonte: Planeta Folha - por Dr. Ronan Almeida de Araújo

Atolados em dívidas, prefeitos que tomaram posse em janeiro do ano passado começam a abandonar o barco

Os prefeitos de Araguanã, Fernando Luiz dos Santos (PSD), e Marianópolis José de Andrade Pádua (PTB), ambos do Estado de Tocantins, entregaram os cargos na última sexta-feira, alegando dificuldades para conseguir recursos e seus vices tomaram posse para que os municípios não fiquem sem comando.

ATENÇÃO: Acompanhe mais noticias EXCLUSIVAS, curtindo nossa página no Facebook, CLIQUE AQUI. 

Em Rondônia, 90% dos municípios passam situação semelhante e talvez um dos piores seja Costa Marques, com uma dívida de aproximadamente R$ 17 milhões de reais. Com pouca arrecadação, o município ainda não quitou a folha salarial dos servidores de dezembro de 2016, herança maldita deixada pelo ex-gestor Chico Território. O atual prefeito vai tentar pagar os salários atrasados de forma parcelada, o que não concordam os servidores que ganham um salário muito ruim e o pior sem aumento, devido à crise vivida pela Prefeitura de Costa Marques. 

Vagner Miranda da Silva, conhecido popularmente como Mirandão, ao que parece, não tem conhecimento da gravidade que seu município de Costa Marques está passado, pois o atual chefe do poder executivo é um dos prefeitos que mais gastaram dinheiro do contribuinte com diárias, juntamente com o seu motorista por nome de Wand. 

O sinal amarelo já foi dado a Mirandão, que este ano para não fazer como os dois prefeitos de Tocantins de renunciar ao cargo, terá que se desdobrar para administrar um município com uma dívida impagável, contraída por quase todos os ex-prefeitos que desviaram recursos da população e agora cobra do atual prefeito que faça diferente, ou seja, que equilibre as contas do município, diminuindo os gastos com diárias, demitindo servidor portariado (sem concurso), diminuindo salário do próprio prefeito, vice-prefeito e secretários, exemplo esse que deve ser dado também para os noves vereadores, uma vez que mesmo em situação de falência quase total, a prefeitura repassa todo mês ao poder legislativo a importância de R$ 103.000,00, para as despesas da casa de leis, que parece não ter tanto interesse em colaborar com executivo porque recentemente o presidente da câmara, vereador Antônio Augusto Neto, promoveu carta-convite para gastar mais de R$ 100 mil reais na reforma do prédio do legislativo municipal. 

Esse site vem alertando às autoridades do município de Costa Marques para a gravidade financeira da prefeitura e caso não faça o dever de casa que é economizar, tanto o poder executivo, quanto o legislativo, a fazenda pública irá sofrer um colapso financeiro, visto que esse ano será pior do que ano passado porque o governo federal cortou 40% das verbas às prefeituras, o que deixarão muitas delas em situação de penúria orçamentária quase totalmente.

Texto: Ronan Almeida de Araújo é proprietário do site Giro Central e jornalista registrado no Ministério do Trabalho sob o número 431.98.RO.


Veja também sobre Politica Crise Politica
Loading...
Loading...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9842-96737

atendimento@planetafolha.com.br

2016 - 2018: Planeta Folha é uma publicação de Planeta Folha - ME. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização por escrita da direção, mesmo citando a fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato! ou fale diretamente com nossa redação - (Fale conosco pelo WhatsApp)
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo