Banner juvino publicidade

Política

Politica 04/12/2017 14:04 Fonte: Planeta Folha - por Dr. Ronan Almeida de Araújo

Salários e diárias recebidos por prefeito e seu motorista de Costa Marques somam R$ 172.768,23 até setembro deste ano

Dados revelados pelo portal da transparência do município de Costa Marques informam que de janeiro deste ano até setembro passado, o prefeito Wagner Miranda da Silva e seu motorista Wand Alves de Araújo Souza receberam, entre salários e diárias pagos pelo contribuinte, a importância de R$ 172.768,23. O portal não informa os salários de outubro e de novembro e, portanto, não estão incluídos na totalidade dos valores recebidos por Mirandão e Wand até o dia 02.12.2017. Wand, motorista do prefeito, recebeu como adiantamento do décimo-terceiro, o valor de R$ 577,01, já incluído na totalidade de salário e diárias até setembro de 2017. Os prefeitos não têm direito a receber o décimo-terceiro salário, porém algumas câmaras de vereadores tentaram reverter essa situação. Um exemplo de mudar a Lei Orgânica e permitir que o prefeito recebesse o décimo-terceiro salário foi o município de Rolim de Moura. Mas diante da repercussão negativa junto àquela população, o legislativo mudou seu posicionamento e agora cumpre a legislação vigente que veda o recebimento de décimo-terceiro salário por parte do chefe do poder executivo municipal.

ATENÇÃO: Se gostou de nosso Portal de Notícias, CURTA nossa nossa página no Facebook, CLICANDO AQUI!

O prefeito não recebe décimo-terceiro salário porque é considerado um agente político, ou seja, detentor de cargo eletivo, eleito por mandatos transitórios, os quais não se sujeitam ao processo administrativo disciplinar. O servidor público recebe porque é ocupante de cargo de provimento efetivo ou cargo em comissão, regidos pela Lei nº 8.112/90 e é passível de responsabilização administrativa, apurada mediante processo administrativo disciplinar ou sindicância de rito punitivo. Daí se extrai a explicação porque um prefeito não recebe o décimo-terceiro salário.

A Prefeitura de Costa Marques não está obedecendo à lei número 12.527, de 18 de novembro de 2011, que regula o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do art. 5°, no inciso II do § 3° do art. 37 e no § 20 do art. 216 da Constituição Federal, que exige que da União, dos Estados e dos Municípios, a criação do portal da transparência para que a população tenha total conhecimento das contas públicas e acompanha como o dinheiro do contribuinte é gasto com ações desenvolvidas pelos três entes federativos.

O artigo 8º da lei supramencionada diz claramente o seguinte: “É dever dos órgãos e entidades públicas promover, independentemente de requerimentos, a divulgação em local de fácil acesso, no âmbito de suas competências, de informações de interesse coletivo ou geral por eles produzidas ou custodiadas”. O artigo 8º do inciso VI da mesma lei é mais taxativo: “Os portais deverão manter atualizadas as informações disponíveis para acesso”.

Então está claro porque a Prefeitura de Costa Marques não está cumprindo a lei que criou o portal da transparência. É simplesmente pelo fato de que os responsáveis em manterem as informações nele contidas não disponibilizaram até agora os salários dos servidores e do prefeito de outubro e novembro deste ano.

O art. 32 da lei 12.527/2011 que reza sobre a responsabilidade dos servidores e do prefeito que não se atentarem para atualizar os dados financeiros diariamente do portal da transparência em seus respectivos municípios comete condutas ilícitas que ensejam aplicação das seguintes penalidades: “- Advertência, multa, rescisão do vínculo com o poder público, suspensão temporária de participar em licitação e impedimento de contratar com a administração pública por prazo não superior a 2 (dois) anos”.

 Por derradeiro, este artigo é um alerta aos responsáveis pelo portal da transparência da Prefeitura de Costa Marques que não estão cumprindo com a legislação. Se os órgãos de controle externo, como Ministério Público de Contas, Tribunal de Contas e Ministério Público Estadual quiserem punir o prefeito e os servidores encarregados do portal da transparência do município de Costa Marques já têm elementos suficientes para fazê-los.

Texto: Ronan Almeida de Araújo é proprietário do site Girocentral e jornalista registrado no Ministério do Trabalho sob o número 431/98/RO.


Loading...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9841-29772

atendimento@planetafolha.com.br

Permitida a reprodução com citação da fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato!
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo