Banner juvino publicidade

Polícia

Polícia 05/06/2018 22:07 Fonte: Planeta Folha - Cristiano Lyra

Jovem é assassinado à tiro de espingarda em Seringueiras e sogro é o principal suspeito

Há suspeitas de que antes do homicídio houve discussão e luta corporal entre genro e sogro.

O jovem Eliel da Silva Bento, de 26 anos, foi assassinado com um tiro possivelmente oriundo de uma arma de fogo do tipo espingarda durante uma possível discussão entre família, o caso foi registrado por volta das 12h:30m desta terça-feira (05), na linha 02 de maio, km 06, zona rural do município de Seringueiras (RO).

De acordo com as informações, uma testemunha por nome de Marcos, contou à Polícia Militar que o mesmo com sua família teria vindo da cidade de Pimenta Bueno (RO) no último sábado (02) para o local a convite de seu tio Adelmo Pereira Rosa, de 51 anos, e que ambos combinaram para que ele morasse na residência da Vítima Eliel (Genro de Adelmo), e que a mudança do mesmo seria colocado em uma Tulha, devido ao mesmo ir morar em outro assentamento de terra da região.

Conta ainda, que na manhã desta terça-feira, Marcos estava no curral tirando leite, quando Eliel chegou na residência e pediu para que Marcos saísse de sua casa com a sua família, em ato contínuo, ameaçou que se Marcos não acatasse as ordens ele a atearia fogo na residência com a família dentro. De imediato, Marcos, a esposa e sua filha se deslocaram para a casa de Adelmo e contou sobre o ocorrido, em seguida Adelmo saiu e disse que iria resolver a situação com Eliel.

Momentos após, Adelmo voltou a sua casa e contou a sua esposa, que o pior teria acontecido, mas que não contou mais detalhes, em seguida o suspeito pegou alguns pertences e evadiu-se tomando rumo ignorado.

Temendo o pior, a esposa acionou a Polícia Militar, que ao chegar na referida residência se depararam com a vítima Eliel caído dentro da casa, já em óbito. Na mão de Eliel havia uma faca em punho, já no corpo do mesmo, na região do tórax, foi constatado uma perfuração de arma de fogo possivelmente de espingarda.

A esposa disse que Adelmo saiu e voltou sem armas e que não tinha conhecimento de nenhuma arma.

O principal suspeito do crime Adelmo não foi localizado pelos policiais e é tido como foragido. Há suspeitas de que na residência houve discussão entre o genro Eliel e o sogro Adelmo antes do homicídio. A polícia investiga o crime.

A Perícia Criminal foi acionada e após a realização dos trabalhos de praxes liberou o corpo para a funerária de plantão.

Fonte: Planeta Folha - Cristiano Lyra


Veja também sobre Seringueiras Assassinato
Cargando...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9842-96737

atendimento@planetafolha.com.br

2016 - 2018: Planeta Folha é uma publicação de Planeta Folha - ME. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização por escrita da direção, mesmo citando a fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato! ou fale diretamente com nossa redação - (Fale conosco pelo WhatsApp)
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo