Polícia

Polícia 10/11/2017 11:35 Fonte: Diário da Amazônia

R$ 20 milhões: Operação da PF apura desvio de verbas no Dnit de Rondônia

A Superintendência do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte em Rondônia e Acre (Dnit) está interinamente sob o comando de Marcelo Almeida Pinheiros, que segundo fontes do Diário veio de Brasília assumir a pasta, uma espécie de intervenção, após a Opearação Buracos, deflagrada em outubro pela Polícia Federal em parceria com a Controladoria-Geral da União (CGU), Tribunal de Contas da União (TCU), Receita Federal e Ministério Público Federal (MPF).

A operação também tem como alvo ex-superintendentes do órgão, que receberam em suas residências integrantes da operação em trabalho de busca e apreensão.

São investigados ainda integrantes do Departamento de Estradas e Rodagem do Acre (Deracre). A investigação aponta que em apenas duas contas bancárias os suspeitos movimentaram R$ 20 milhões, sendo R$ 10 milhões em cada.

Ao todo foram desviados R$ 700 milhões que seriam utilizados para a recuperação das rodovias federais dos dois Estados, segundo apurou a Polícia Federal.

De acordo com o site AC24Horas, um dos processos que correm no TCU, onde o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre Viana (PT) foi condenado a devolver R$ 155 milhões, também faz parte do inquérito da Operação Buracos.

Em Porto Velho, o Diário tentou contatos com o ex-superintendentes para falar sobre o assunto, mas não obteve êxito.

Durante a operação policial na semana passada, vários documentos foram apreendidos e estão sendo analisados pela PF.


Veja também sobre DNIT Rondônia Acre
Loading...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9841-29772 - (69) 9937-71115

atendimento@planetafolha.com.br

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo