Banner juvino publicidade

Mato Grosso

Polícia 30/04/2018 17:29 Fonte: Olhar Direto

Equipe do Seripa apura queda de avião que matou dois ao lado de Posto de Combustível

A aeronave, segundo testemunhas, teria tocado em um fio de alta tensão ao tentar levantar voo, o que ainda será verificado pelos peritos.

A equipe do Serviços Regionais de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa VI), que é ligado ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), iniciou a investigação sobre a queda do avião de pequeno porte, na cidade de Primavera do Leste (a 244 km de Cuiabá), no último sábado (28), que deixou dois mortos. Os trabalhos são focados na prevenção de novos casos e não na culpabilidade.

A assessoria de imprensa do Cenipa informou que a equipe estava em deslocamento e, por conta disto, não havia outras informações sobre o ocorrido. A aeronave, segundo testemunhas, teria tocado em um fio de alta tensão ao tentar levantar voo, o que ainda será verificado pelos peritos.

O trabalho do Seripa é dividido em três etapas, são elas:

Coleta de dados: Ação Inicial das equipes de militares especializados que consiste na coleta de dados. Para isso, analisa os destroços, busca indícios de falhas, levanta hipóteses sobre performance da aeronave nos momentos finais do voo, fotografa detalhes, entrevista testemunhas e retira partes da aeronave para análise.

Análise de dados: Fase em que os dados coletados são analisados, estabelecendo relações que levarão em conta diversos fatores contribuintes, sejam materiais (sistemas da aeronave e projeto), humanos (aspectos médicos e psicológicos) ou operacionais (rota, meteorologia entre outros). Ao longo dos trabalhos, outros profissionais (pilotos, engenheiros, médicos, psicólogos, mecânicos) poderão se integrar à comissão, conferindo um caráter multidisciplinar.

Apresentação de resultados: O resultado da investigação é divulgado somente após a conclusão do Relatório Final, que é publicado no site do CENIPA (fab.mil.br/cenipa). Ele identifica os fatores que contribuíram para o acidente e elabora as respectivas recomendações de segurança, de forma a tornar a aviação mais segura no Brasil e no mundo.

Vale lembrar que os profissionais trabalham na identificação dos fatores contribuintes presentes, direta ou indiretamente, na ocorrência e na emissão de Recomendações de Segurança (RS) que possibilitem a ação direta ou tomada de decisões que eliminem aqueles fatores ou minimizem as suas consequências.

O acidente

De acordo com o Corpo de Bombeiros, durante o combate às chamas eles conversaram com o mecânico que abasteceu a aeronave em um posto. Ele contou que Evandro e Geovane vinham de Sorriso e pararam para abastecer ali e de lá seguiriam para Querência.

No entanto, após abastecer, ao decolar ainda em baixa velocidade o piloto tentou fazer uma manobra para pousar novamente, mas tocou em um fio de alta tensão e caiu praticamente de bico, causando uma explosão.

As vítimas foram identificadas como: Evandro Bussolaro, 35 anos (piloto) e Geovane Rodrigues Araújo, de 34 anos. Ambos tiveram o corpo carbonizado.  

"Planeta Folha" também está no FacebookTwitterYouTube e Instagram! 

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do Planeta Folha - PF no (69) 98429-6737.


Veja também sobre Mato Grosso Avião
Loading...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9842-96737

atendimento@planetafolha.com.br

2016 - 2018: Planeta Folha é uma publicação de Planeta Folha - ME. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização por escrita da direção, mesmo citando a fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato! ou fale diretamente com nossa redação - (Fale conosco pelo WhatsApp)
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo