Banner juvino publicidade

Jurídico

Juridico 25/01/2018 23:24 Fonte: Planeta Folha

Homem que passou duas horas e meia na fila do Banco do Brasil de Rolim de Moura receberá R$ 10 mil por danos morais

De acordo com a sentença, Rogério ficou na fila do banco por mais de meia hora, mais precisamente 02:30 horas, chegando as 09:39 horas e sendo atendido apenas as 12:19 horas.

Um processo por Danos Morais foi protocolado no Juizado Especial Cível de Rolim de Moura e a sentença dada pelo Juiz de Direito, EDUARDO FERNANDES RODOVALHO DE OLIVEIRA, foi a de que o banco do Brasil terá de indenizar o senhor Rogerio Natalino da Silva no valor de R$ 10.000,00 com juros e correções monetárias.

De acordo com a sentença, Rogério ficou na fila do banco por mais de meia hora, mais precisamente 02:30 horas, chegando as 09:39 horas e sendo atendido apenas as 12:19 horas.

Em um dos trechos da sentença, o Juiz explana: Assim, não haveria como deixar de reconhecer o necessário vínculo de causa e efeito1 entre o dano psicológico que o autor afirma haver sofrido e o serviço (mal) prestado pela instituição financeira, até porque, nesse ponto, pacífica a jurisprudência do e. Colégio Recursal do TJ/RO de que o tempo de espera em fila de Banco superior a 01 (uma) hora é suficiente para identificação dos desdobramentos necessários à caracterização do dano moral (por todos, veja-se recurso RECURSO INOMINADO, Processo nº 7011074-47.2017.822.0001, Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, Turma Recursal - Porto Velho, Relator(a) do Acórdão: Juiz Jorge Luiz dos S. Leal, Data de julgamento: 11/10/2017).

OPORTUNIDADE: Confira mais noticias com EXCLUSIVIDADE de Rolim de Moura, curtindo nossa página no Facebook AQUI!

Na decisão quanto ao valor da Indenização, ele cita: Ante o exposto, julgo procedente parte do pedido, para condenar BANCO DO BRASIL S/A ao pagamento de R$ 10.000,00 pelos danos psicológicos, incluindo correção monetária e juros conforme Súmula 362 do STJ, observando-se que do trânsito em julgado e independentemente de qualquer outra intimação o início do prazo para cumprimento voluntário da sentença.

Com o trânsito em julgado, e arquivem-se; ou, expeça-se certidão da dívida ativa (Provimento nº 13/2014-CG) ou, ainda, dê-se início à fase 475J do CPC, bloqueando-se valores pelos sistema Bacenjud, devendo o interessado indicar outros bens à penhora já logo ao requerer o cumprimento de sentença.

Consta que os advogados, DR. LUIZ EDUARDO STAUT  e a Dra. GREYCY KELY foram quem defenderam a vítima Rogerio Natalino da Silva neste processo judicial.

Fonte: Planeta Folha


Loading...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9992-49411

atendimento@planetafolha.com.br

2016 - 2018: Planeta Folha é uma publicação de Planeta Folha - ME. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização por escrita da direção, mesmo citando a fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato!
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo