Banner juvino publicidade

Jurídico

Polícia 29/09/2017 11:16 Fonte: Folha do Sul Online

Quem foi? Assassinato de rapaz em Cerejeiras ainda desafia a polícia; irmã desmente boatos

Jhonatas Iago levou um tiro na testa na noite do dia 18

O assassinato do jovem Jhonatas Iago, de 20 anos, que aconteceu no dia 18 deste mês, continua sendo um mistério em Cerejeiras. O rapaz foi morto com um tiro na testa por volta das 22 horas de uma segunda-feira. O crime não teve testemunhas. Há relatos de que o criminoso teria feito cinco disparos, mas só um atingiu a vítima. Jhonatas estava descendo a rua Canadá de bicicleta e morreu no local onde foi baleado.

O delegado que investiga o caso, Rodrigo Spiça, afirma que investigou suspeitos do crime, mas nenhuma pista consistente foi confirmada com as oitivas. Também para a polícia o crime continua sendo um mistério.

Na cidade, chegou a circular o boato de que o crime teria sido passional, pois a vítima, que era solteira, estaria se envolvendo com uma mulher casada. Essa pista também não foi confirmada pela polícia.

A reportagem conversou com a estudante Giovania Lima, de 18 anos, irmã de Jhonatas. Segundo ela, a família está ainda abalada, inclusive a mãe do rapaz, que não quis falar com a imprensa.

Segundo a irmã da vítima, o rapaz não tinha inimigos, gostava de jogar bola e era até chamado de “Neymar” pelos amigos (pela habilidade e pela aparência). “Ele também não estava mexendo com mulher casada. Estava indo na igreja, estava seguindo. Ele era uma boa pessoa e não tinha desavenças. Ele brincava com todo mundo”, disse a jovem.

Sobre uma possível confusão, que teria motivado o crime por vingança, hipótese que chegou a ser levantada pela polícia, a irmã do rapaz também é categórica em negar. “Ele não tinha rixa com ninguém. Ele não brigava com ninguém”.

Ainda de acordo com a irmã da vítima, o rapaz tinha um filho, trabalhava e levava uma vida honesta. Segundo afirma a jovem, o assassinato do irmão também é um mistério. Bom de bola, Jhonatas chegu a jogar futebol com policiais que atualmente apuram seu assassinato.


Veja também sobre Cerejeiras Polícia
Loading...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9841-29772

atendimento@planetafolha.com.br

Permitida a reprodução com citação da fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato!
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo