Banner juvino publicidade

Esporte

Zero à zero magro! 04/04/2017 07:43 Globo Esporte de Rondônia

Barcelona desperdiça pênalti e fica no empate sem gols com o Vilhena

Mesmo com pênalti a favor, Índio do Norte não conseguiu sair com a vitória, mas se mantém na liderança de campeonato invicto com 10 pontos

O Barcelona não conseguiu aproveitar as oportunidades dentro de casa. No primeiro clássico do ano em Vilhena, as equipes do Cone Sul se enfrentaram, tentaram sair na vantagem, mas os gols não vieram. Pênalti perdido, muitas faltas e erros de passe contribuíram para o resultado apagado. O jogo entre Índio e Lobo do Cerrado foi realizado neste domingo, 2, no Portal da Amazônia. 

Apesar do resultado indesejado, o Índio do Norte se mantém na liderança do Campeonato Rondoniense com 10 pontos, pois o Real Desportivo, que segue na cola com o mesmo número de pontos, também empatou no jogo contra o Ariquemes. O VEC continua na 4° colocação no campeonato, com cinco pontos.

Primeiro tempo

Com cinco minutos de bola rolando, o Barcelona foi para cima do VEC e, em cruzamento para a pequena área, o árbitro paralisou o jogo e marcou penalidade máxima, entendendo que o jogador Lukão tocou a bola com a mão. O atacante Cabixi se posicionou para cobrar a falta, mirou e chuta no canto direito do gol, mas o goleiro Fernando Henrique, atento, defendeu o pênalti e impediu a mudança no placar.

Os jogadores do Barcelona não se intimidaram com o episódio negativo e continuaram criando oportunidades. Aos 33 minutos, o goleiro do Vilhena se adiantou para pegar a bola, porém, acabou espalmando na direção do jogador Cabixi, que, novamente de cara com o goleiro Fernando Henrique, chutou, mas não conseguiu marcar o gol.

A partir de então, o VEC cresceu no jogo e passou a trabalhar melhor os passes. As chances mais perigosas aconteceram nos últimos cinco minutos. O goleiro Rocha se adiantou em mais de um lance e deixou o gol vazio, mas com um bom posicionamento da defesa do Índio e de lances errados do Vilhena, o placar permanecer zerado. 

Segundo tempo

Os 1.592 pagantes que acompanhavam o confronto, vibravam nas arquibancadas. O desempenho surpreendente do VEC no final do primeiro tempo fez com que a torcida lembrasse o passado vitorioso do time e que ainda poderia ser grande.

Com as emoções a flor da pele, os torcedores rivais acabaram se provocam verbalmente e a tensão chegou aos gramados. O Barcelona e o VEC cometeram várias faltas e o árbitro respondeu aplicando cinco cartões amarelos: três para o Barça e dois para o Vilhena.

Durante todo o período, o Lobo do Cerrado manteve a posse de bola, trabalhando no campo adversário e acertando a maioria dos passes. Porém, na hora de decidir a partida, peca nos chutes.

Os técnicos dos dois times sentiram que o jogo não está rendendo e fizeram mudanças. Kiko colocou Neymarzinho, Marlon e Pedro. Já Batizocco, enviou Espeto, Pato e Deivid. O VEC continuou até o final da partida assustando a defesa do Barcelona, mas cometendo os mesmos erros. A chance mais clara de gol aconteceu nos acréscimos. Em cobrança de falta ensaiada, Thiago tocou para Lucas, que perdee o tempo da bola e chutou o ar.

Próximos adversários

Pela quarta rodada do estadual, o Barcelona enfrenta o Guajará-Mirim jogando novamente em casa, no Estádio Portal da Amazônia. Já o VEC duela contra o Ji-Paraná, no Estádio Biancão.


Loading...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9841-29772

atendimento@planetafolha.com.br

Permitida a reprodução com citação da fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato!
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo