Esporte

No zero à zero! 26/03/2017 23:14 Globo Esporte de Rondônia

Sem grandes jogadas, VEC e Genus empatam no Portal da Amazônia

Expectativa de partida acirrada não se cumpriu. Os únicos gols saíram no primeiro tempo com o zagueiro Alex pelo VEC e o meia Luciano do Genus

A partida prometia ser acirrada por causa da rivalidade entre Vilhena e Genus. Em 2015, o Aurigrená venceu o que, na época, era o todo-poderoso Lobo do Cerrado, e levou o título do Campeonato Rondoniense. Mas o que era expectativa, não se cumpriu. Em uma partida morna, com erros de passes e oito cartões amarelos, o desfecho foi um empate de 1 a 1. Ainda assim a partida teve direito gol de pênalti e um gol anulado. Os pontos marcados saíram no primeiro tempo com o zagueiro Alex pelo VEC e o meia Luciano do Genus.

O VEC começou atacando pela direita e quase abriu o placar aos 19 minutos, com o atacante Bregueeth sozinho dentro da pequena área. Depois de receber um passe certeiro do meia Luiz Henrique, ele chutou para fora.

Xana fez falta em Robinho e recebeu cartão amarelo. Em seguida, uma confusão gerada após uma cobrança de falta resultou em cartão amarelo para os zagueiros Vagner do Genus e Bispo do VEC.  

A partida seguiu sem grandes lances, quando em uma disputa de bola com Pedro, Gabriel caiu e o juiz marcou pênalti para o Genus. Aos 37 minutos, Luciano cobrou, a bola foi no canto direito do goleiro, confirmando gol para o Aurigrená. 

O Vilhena correu para empatar e Bispo cruzou a bola para Pedro, que dominou e alçou na cabeça de Alex, empatando a partida aos 43 minutos. Depois de um lance que gerou reclamações, o preparador de goleiro Odilon da Silva foi expulso por xingar a arbitragem. Foram dados quatro minutos de acréscimos, mas o primeiro tempo terminou em 1 a 1.

No retorno, os times mostraram poucos ataques. Aos 10 minutos, Robinho cruzou para Neymar, que chutou a bola na trave. O goleiro do VEC, Fernando, levou cartão amarelo por reclamação. Em um lance de risco para o visitante, Bregueeth driblou o zagueiro Hurtado, cruzou, mas não tinha ninguém para finalizar, sobrando para Tarcisio afastar o perigo.

Os times fizeram substituições, mas a partida seguiu apática. Aos 38 minutos, o lateral esquerdo Leandro lançou a bola para Leivinha, que dominou no peito, ficando cara a cara com o goleiro, mas chutou para fora. Aos 42, Pedro cobrou uma falta, Marlon cabeceou, o goleiro defendeu e Robinho aproveitou o rebote para marcar. O dono do gol saiu para comemoração, mas foi informado que o lance não valeu, pois o juiz havia marcado uma falta anteriormente.


Ariquemes - RO

Planeta Folha

Avenida Rio Branco - 4220 - Jardim das Palmeiras - Ariquemes

(69) 9841-29772

atendimento@planetafolha.com.br

Eu curto o Planeta Folha!

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo