Banner juvino publicidade

Educação

Greve Geral 27/03/2018 12:29 Fonte: G1 de Rondônia

Servidores da educação fazem manifesto e fecham BR-364 em Vilhena

Somente ambulâncias e carros com crianças e idosos tiveram a passagem autorizada. Categoria pede negociação com o governo.

A BR-364 foi fechada na manhã desta terça-feira (27), na altura do quilômetro 21, em Vilhena (RO), na região do Cone Sul. Servidores da educação fizeram uma manifestação na rodovia e impediram o tráfego de veículos. Somente ambulâncias e carros com crianças e idosos tiveram a passagem autorizada. A categoria pede negociação com o governo.

A rodovia foi fechada por volta das 6h30 da manhã. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Rondônia (Sintero), cerca de 350 servidores vindos da região do Cone Sul, Cacoal, Ji-Paraná, Presidente Médici, Rolim de Moura e Pimenta Bueno participaram do manifesto.

“Chegamos a um ponto extremo para chamar atenção do governador. Estamos a mais de 30 dias em greve e até agora o governo não tem uma proposta decente para os trabalhadores em educação. Já tentamos todas as formas de negociação com o Confúcio Moura e não tivemos êxito”, enfatiza a técnica educacional, Rosenilda Silva.

Os trabalhadores em educação estaduais estão paralisados desde o dia 21 de fevereiro. A Justiça determinou que a greve fosse encerrada, sob pena de uma multa de R$100 mil por dia, mas a categoria optou por continuar com o movimento.

Congestionamento passou de 10 quilômetros, no sentido Vilhena (Foto: José Manoel/Rede Amazônica)

“Essa multa de 100 mil por dia é uma afronta aos trabalhadores em educação. Nossa greve é legal. Estamos lutando por um piso que foi aprovado pelo próprio governo de Rondônia em 2015. Queremos que o governo receba os trabalhadores em educação. Hoje nós somos o 26º pior salário do Brasil no vencimento básico”, destaca o diretor financeiro do Sintero, Manoel Rodrigues.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) o congestionamento passou de 10 quilômetros, no sentido Vilhena. No sentido contrário, estava menor, pois os motoristas que estavam saindo da cidade percebiam a manifestação e desistiam de trafegar pela rodovia.

A PRF informou que fez um acordo com a categoria para diminuir o congestionamento. Dessa forma, a rodovia ficará liberada das 11h30 às 12h30. Depois disso, os trabalhadores em educação devem ocupar novamente a pista.

PRF negociou com grevistas e rodovia ficará liberada durante uma hora (Foto: José Manoel/Rede Amazônica)


Loading...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9842-96737

atendimento@planetafolha.com.br

2016 - 2018: Planeta Folha é uma publicação de Planeta Folha - ME. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização por escrita da direção, mesmo citando a fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato! ou fale diretamente com nossa redação - (Fale conosco pelo WhatsApp)
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo