Banner juvino publicidade

Educação

Greve geral! 15/03/2018 21:33 Fonte: Planeta Folha - Dr. Ronan Almeida de Araújo

Greve dos professores da rede estadual chega a 90% da categoria na cidade de Costa Marques

Pela manhã de hoje (15.03.2018), a redação do site Giro Central percorreu as 03 (três) escolas estaduais localizadas na cidade de Costa Marques e constatou que 90% dos professores aderiram à paralisação. A greve só não é total porque alguns professores municipais lecionam na Escola José Alves de Almeida (CEEJA). Nas outras unidades, como Angelina dos Anjos e Raimundo de Oliveira Mesquita, a paralisação é geral.

Em Costa Marques, talvez essa seja a greve com maior número de trabalhador da educação coeso e unido em torno do movimento paredista no sentido de forçar o governador Confúcio Moura a aceitar as reivindicações da categoria. O chefe do poder executivo está insensível em acatar os pedidos dos grevistas, que prometem voltar a trabalhar só quando forem atendidos. Fizemos várias ligações para alguns pais e estudantes da cidade de Costa Marques para consultá-los sobre a paralisação dos professores e eles nos informaram que estão apoiando o movimento grevista porque acham que os profissionais ganham muito mal, não são valorizados e a paralisação para eles é uma forma legítima de pressionar as autoridades a darem maior prioridade à educação. Um detalhe: o programa Globo Repórter de amanhã abordará sobre a Coréia do Sul. Advinha qual a profissão que é a mais procurada entre os jovens neste país? A de ser professor na rede pública. A Coréia foi devastada por um guerra sangrenta recente e hoje é uma potência mundial porque priorizou a educação como ferramenta de mudança tornando-se modelo ao mundo de uma nação que valoriza de verdade o ensino.

SITUAÇÃO DOS PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL EM COSTA MARQUES

Já os professores da rede municipal de Costa Marques iniciaram suas atividades este ano normalmente, porém estão revoltados com o prefeito Mirandão que sancionou no início deste mês uma lei complementar aprovada pela Câmara de Vereador cortando a gratificação do magistério, o que reduzirá o salário dos profissionais do ensino. No distrito de São Domingos, os pedagogos lotados na Escola Municipal Hilton José Martins fizeram uma semana de protesto no início do ano letivo em razão da precariedade da estrutura física e elétrica deste estabelecimento educacional. A prefeitura se comprometeu em reformar a escola em vinte dias e se até o final de março não seja cumprida a promessa por parte da Secretária Municipal de Educação, os professores prometem paralisar novamente suas atividades e só retornarão às suas atividades normais depois que a escola for totalmente reformada. 

Texto: Ronan Almeida de Araújo é proprietário do site Giro Central e jornalista registrado no Ministério do Trabalho sob o número 431/98/RO.


Loading...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9842-96737

atendimento@planetafolha.com.br

2016 - 2018: Planeta Folha é uma publicação de Planeta Folha - ME. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização por escrita da direção, mesmo citando a fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato! ou fale diretamente com nossa redação - (Fale conosco pelo WhatsApp)
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo