Banner juvino publicidade

Educação

Politica 08/12/2017 19:49 Fonte: Secom - Governo de Rondônia

Confúcio Moura firma pacto pela aprendizagem em São Miguel do Guaporé; Meta é transformar município em referência

De acordo com coordenador regional de Educação de São Francisco e São Miguel do Guaporé, José Maurício de Carvalho, o município possui 2.314 alunos na rede estadual de ensino distribuídos em quatro escolas e 3.315 alunos na rede municipal em 12 escolas.

‘‘Todos nós temos um compromisso com São Miguel do Guaporé. Daqui a três anos o município será referência em educação. A salvação do Brasil pode começar por aqui. Podem contar conosco ou vai ou racha. Está selado o pacto’’, disse o governador em Rondônia Confúcio Moura durante a solenidade realizada ontem (7)  e que marcou o Pacto pela Aprendizagem em São Miguel do Guaporé.

De acordo com coordenador regional de Educação de São Francisco e São Miguel do Guaporé, José Maurício de Carvalho, o município possui 2.314 alunos na rede estadual de ensino distribuídos em quatro escolas e 3.315 alunos na rede municipal em 12 escolas. A nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental está entre 4 a 4,5 e do Fundamental 2, entre 4,5 a 5, quando segundo o coordenador o ideal seria 6.

ATENÇÃO: Quer acompanhar mais informações exclusivas? CURTA nossa página no Facebook, CLICANDO AQUI!

Melhorar esses índices a partir de agora é um compromisso do governo de Rondônia e da prefeitura de São Miguel do Guaporé. ‘‘Nós identificamos que eles têm bons indicadores, está faltando os alunos aprenderem mais e o objetivo desse pacto é dar condições para que São Miguel possa de destacar no cenário estadual’’, afirma a diretora geral de Educação da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Angélica Ayres.

Durante o encontro, o governo de Rondônia compartilhou boas práticas desenvolvidas no Estado que podem ser aplicadas no município. Entre elas o secretário de Educação Valdo Alves apontou o projeto Amigos Voluntários do Educando que teve início este ano nas escolas estaduais.

Atualmente 247 voluntários estão ativos e auxiliam na alimentação escolar, na limpeza e também como educadores sociais nas mais diferentes áreas de saberes. ‘‘As políticas públicas do Estado estão sendo alinhadas com a dos municípios. Investimentos estão sendo feitos e nós vamos compartilhar o que Estado faz com os municípios’’, disse.

Diretora do Colégio Tiradentes de Jacy-Paraná

Enquanto que o gerente de prestação de contas Cássio Santos Gama apontou a importância do Programa de Apoio Financeiro (Proafi) e do Programa de Apoio Financeiro às Escolas Municipais (Proafem) que descentraliza a compras necessárias para uma escola que deixa de ser feita pela secretaria e passar a ser de responsabilidade dos gestores escolares.

‘‘O gestor consegue adquirir bens e serviços para manutenção da escola. É uma autonomia monitorada em que existe um plano de ação que a secretaria acompanha a execução dessas contratações. O que tira os entraves e traz eficácia’’, afirma Cássio.

Também foi uma oportunidade de mostrar as escolas que tem se destacado em Rondônia, a exemplo do Colégio Tiradentes da Polícia Militar Unidade Jacy-Paraná (CTPM II). A diretora do colégio, tenente Erika Ossuci, disse que o foco dos educadores tem que ser o desenvolvimento do aluno.

‘‘A comunidade tem que está presente na escola. Temos que mudar nossa visão em relação ao ensino e aprendizado, abrir a nossa mente, ouvir outras pessoas, incluir novas práticas. A educação tradicional, a boa educação, cabe em qualquer lugar independente de ser escola militar ou não. O civismo ajuda na formação do indivíduo, faz parte dos valores que a gente tem que ter’’, considera a tenente Ossuci.

O superintendente Estadual de Comunicação, Domingues Júnior, levou o público formado por educadores e autoridades políticas do encontro a refletir sobre a importância da comunicação para a transformação da educação e da sociedade. ‘‘Existem mudanças que precisam ser feitas na nossa mente, precisamos aprender a ouvir, são vidas distintas.  É preciso considerar a experiência do outro que aprendeu e hoje pode ensinar. É a dor do outro que já foi a minha. Certamente cada um de nós tem alguma coisa a oferecer e muito a aprender’’, afirma.

Inclusive o encontro que marcou o Pacto pela Aprendizagem surgiu de um diálogo entre o governador e o prefeito Cornélio, o que mostra a força da comunicação e também de um sonho comum entre eles: fazer a educação de qualidade avançar.

‘‘Esse momento significa muito para São Miguel do Guaporé. Nós passamos por um momento difícil na política do país e a educação é a única forma de enfrentarmos essa crise. A nossa educação vem sendo desgastada e com essa parceria vamos melhorar o aprendizado no nosso município’’, considera o prefeito de São Miguel do Guaporé Cornélio Duarte.

Para Confúcio, é fundamental derrubar a barreira entre Estado e Município. ‘‘Não tem isso de aluno da escola estadual e aluno da escola municipal. Temos que nos unir para fazer com que o aluno goste de estudar. Associe educação com música, com skate, com práticas esportivas, dança poesia. Vamos despertar talentos’’, afirma o governador.


Cargando...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9842-96737

atendimento@planetafolha.com.br

2016 - 2018: Planeta Folha é uma publicação de Planeta Folha - ME. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização por escrita da direção, mesmo citando a fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato! ou fale diretamente com nossa redação - (Fale conosco pelo WhatsApp)
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo