Banner juvino publicidade

Economia

Atenção! 16/06/2017 22:51 Fonte: UOL

Você pode perder R$ 937 de PIS se não sacar neste mês; veja se tem direito

Pode ser que você tenha até R$ 937 sobrando e nem saiba. Mas precisa ver isso logo, porque o prazo para sacar o abono salarial do PIS/PASEP de 2015 termina no dia 30 deste mês. O valor pode chegar a um salário mínimo, mas nem todos têm direito (veja mais abaixo as regras). 

Segundo o Ministério do Trabalho, cerca de 1,8 milhão de trabalhadores ainda não retiraram o benefício.

Se tiver direito e não sacar agora, perde o dinheiro. "Quem tem direito ao saque tem que ficar atento para não perder o prazo, porque os recursos não ficam acumulados de um ano para o outro", disse o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira.

Quem tem direito?

Para ter direito ao abono, é preciso ter trabalhado com carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2015 e ganhado até dois salários mínimos, em média, por mês. O trabalhador também deve estar inscrito no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos e a empresa onde ele trabalha deve ter informado seus dados corretamente na Rais (Relação Anual de Informação Social).

Para saber se tem esse dinheiro, os trabalhadores podem consultar o site do Ministério do Trabalho: http://trabalho.gov.br/abono-salarial/consulta-abono-salarial.

 Quanto é pago?

O valor pago é de até um salário mínimo (atualmente R$ 937), proporcionalmente ao tempo que a pessoa trabalhou. Se ela trabalhou o ano todo, recebe um salário mínimo. Se trabalhou um mês, recebe 1/12 do mínimo, ou seja, R$ 78.

Onde é feito o saque?

Se for funcionário de empresa privada, o dinheiro pode ser sacado em caixas eletrônicos da Caixa e lotéricas, se tiver o Cartão do Cidadão e registrou senha. Quem não tem o cartão deve ir a uma agência da Caixa, segundo o Ministério do Trabalho. Quem é correntista da Caixa recebe o abono diretamente na conta.

Se for servidor público, o saque é no Banco do Brasil. Correntistas do banco recebem o dinheiro diretamente na conta.

Funcionários de empresas privadas

Quem trabalha em empresa privada tem um calendário para receber o benefício conforme a data de nascimento. Mesmo que já tenha passado o seu mês, você ainda pode sacar. O limite para todos, no entanto, é 30 de junho. Se passar disso, não saca mais.

Veja o calendário:

 - Nascidos em julho: a partir de 28/7/2016;

 - Nascidos em agosto: a partir de 18/8/2016;

 - Nascidos em setembro: a partir de 15/09/2016;

 - Nascidos em outubro: a partir de 14/10/2016;

 - Nascidos em novembro: a partir de 21/11/2016;

 - Nascidos em dezembro: a partir de 15/12/2016;

 - Nascidos em janeiro e fevereiro: a partir de 19/1/2017;

 - Nascidos em março e abril: a partir de 16/2/2017;

 - Nascidos em maio e junho: a partir de 16/3/2017.

Servidores públicos

Os servidores públicos que têm direito ao abono recebem num calendário diferente:

 - Final da inscrição 0: a partir de 28/7/2016;

 - Final da inscrição 1: a partir de 18/8/2016;

 - Final da inscrição 2: a partir de 15/9/2016;

 - Final da inscrição 3: a partir de 14/10/2016;

 - Final da inscrição 4: a partir de 21/11/2016;

 - Final da inscrição 5: a partir de 19/01/2017;

 - Final da inscrição 6 e 7: a partir de 16/2/2017;

 - Final da inscrição 8 e 9: a partir de 16/3/2017.


Veja também sobre Abono Salárial BRasil FGTS
Loading...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9841-29772

atendimento@planetafolha.com.br

Permitida a reprodução com citação da fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato!
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo