Banner juvino publicidade

Brasil

Busca pelo Ouro 31/10/2018 11:17 Fonte: Olhar Direto e G1

Nova "Serra Pelada" descoberta no Mato Grosso atrai milhares de garimpeiros à procura de ouro; Vídeo

Policiais militares já reforçaram o efetivo no local e aguardam a Polícia Federal.

Uma área de garimpo ilegal no município de Aripuanã (a 883 quilômetros de Cuiabá) tem atraído pessoas de várias regiões há cerca de um mês e já foi apelidada de ‘Nova Serra Pelada’, o maior e mais famoso garimpo do país.

A nova “Serra Pelada” mato-grossense está localizada a cerca de 10 quilômetros da cidade. A área é de difícil acesso e em caso de chuva, os frequentadores ficam isolados, segundo um rapaz que esteve no local.

As informações sobre a nova “Serra Pelada” estão sendo compartilhadas nas redes sociais e atraindo pessoas em buscam de ouro. Em um vídeo divulgado no Facebook, de quase dois minutos, é possível ver uma movimentação intensa de garimpeiros no local. Ao lado de um enorme buraco, também é possível notar uma máquina escavadeira.

Este não é o primeiro garimpo ilegal do município. Em julho de 2017, ao menos 21 pessoas que atuavam na exploração de minérios em uma área de garimpo clandestino foram presas.

Os presos foram flagrados explorando a área, localizada a 18 km da cidade, onde aproximadamente 10 alqueires de floresta amazônica foram devastados, sem qualquer avaliação de impacto ambiental. Os garimpeiros reviraram o solo e subsolo a procura de metais preciosos.

Segundo o promotor de Justiça Carlos Frederico Régis de Campos, que atua em Aripuanã, o Ministério Público Federal (MPF) já foi oficiado sobre o caso.

O promotor encaminhou ao Ministério Público Federal (MPF) documento informando qual a situação. Segundo ele, a informação é de que maquinário e pessoas estão no local promovendo a extração de minérios e, inclusive, estão deixando suas funções e empregos em busca de ouro, em tese, existente nas terras da Fazenda Dardanellos.

Ele explica ainda, no documento, que após as informações, foi registrada a notícia de fato e consequentemente as primeiras diligências.

Em seguida, segundo o promotor, por tratar-se de irregularidades ambientais decorrentes da atividade minerária, bem da União, houve declínio da atribuição em favor do MPF.

Conforme informações da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), a exploração subterrânea é de competência do governo federal e, por isso, é necessário aguardar a intervenção federal para que o estado possa tomar providências.

Em relação aos danos ao meio ambiente, a assessoria da Sema afirmou que os danos serão avaliados e que multas serão aplicadas aos proprietários do local.

Policiais militares já reforçaram o efetivo no local e aguardam a Polícia Federal.

Serra do Caldeirão 

Em 2015, uma serra localizada a 20 quilômetros da cidade de Pontes e Lacerda (a 450 quilômetros de Cuiabá) viveu uma verdadeira ‘corrida pelo ouro’ e também foi chamada de “Serra Pelada de MT’. Grandes pepitas de ouro, amplamente divulgadas pela internet e por meio de aplicativos celulares, chamaram a atenção e ‘acirraram’ a disputa por espaço.

O ouro explorado tinha um grau de pureza de 99%. Por isso, o garimpo improvisado atraiu tantos moradores da cidade de 42,5 mil habitantes, sem experiência em mineração. Mais de 500 pessoas que atuavam no garimpo vieram de fora da região.

Serra Pelada

Serra Pelada foi o maior garimpo do Brasil cuja exploração se deu principalmente de 1980 a 1983. Localizado na Serra dos Carajás, no Pará, era um morro sem vegetação de 150 m2. Atualmente, só resta uma cratera de 24 mil m2, com 70 a 80 metros de profundidade, que as águas transformaram num lago poluído de mercúrio. Calcula-se que foram extraídos cerca de 45 toneladas de ouro desde sua inauguração até o fechamento oficial em 1992.

Veja o vídeo divulgado na manhã desta terça-feira (30), nas redes sociais. 

Mais informações também em nossa página no Facebook AQUI


Veja também sobre Mato Grosso Aripuanã
Cargando...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9842-96737

atendimento@planetafolha.com.br

2016 - 2018: Planeta Folha é uma publicação de Planeta Folha - ME. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização por escrita da direção, mesmo citando a fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato! ou fale diretamente com nossa redação - (Fale conosco pelo WhatsApp)
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo