Banner juvino publicidade

Brasil

Politica 18/12/2017 22:02 Fonte: Planeta Folha - por Dr. Ronan Almeida de Araújo

Gilmar Mendes é ministro do STF ou do governo Michel Temer?

Alguém poderia me ajudar a desvendar esse ministério porque ainda não sei se o ministro Gilmar Mendes continua como membro do STF ou se ele foi nomeado pelo presidente Michel Temer como auxiliar do presidente do Brasil. Parece que virou uma rotina Gilmar Mendes comparecer mensalmente na casa do presidente para tratar assunto de interesse do TSE, como por exemplo, nesse final de semana, Gilmar disse que foi “agradecer o presidente porque editou nesta sexta-feira (15) um decreto para reduzir a duração do horário de verão, transferindo o início de outubro para novembro a partir do ano que vem”. De acordo com a Secretaria de Comunicação Social da Presidência, o decreto foi publicado nesta segunda (18)".

Gilmar Mendes mancha a maior corte do Brasil. Não é possível que continue atuando no STF. Algo precisa ser feito para impedir essa situação que causa revolta à população brasileira, principalmente constrangimento entre os demais membros do STF. Gilmar Mendes é o ministro mais comentado da corte. Mais criticado. Mais odiado. Mais polêmico. Mais irracional e mais irresponsável. É inconcebível que um ministro do STF continue fazendo peregrinação quase que mensalmente na casa do presidente Michel Temer para tratar assunto estapafúrdio e sempre tem um desculpa afirmando que as conversas são institucionais. Mentira.

ATENÇÃO: Acompanhe as noticias de Rondônia curtindo nossa página no Facebook, CLIQUE AQUI.  

Acredito que a ministra Carmem Lúcia, presidente do STF, precisa agir no sentido de que evite que Gilmar Mendes se relacione com a cúpula do governo Michel Temer para tratar sei lá o quê. Não dá para admitir que situação como essa que a gente vê pela televisão mostrando a entrada e saída de Gilmar Mendes da residência oficial do presidente Michel Temer.

Algum outro ministro do STF já fez isso que Gilmar sempre está fazendo? Nenhum porque eles têm coerência e imparcialidade para não envolver toda corte com o governo federal. Os poderes são independentes e Gilmar trata o governo federal como se fosse uma extensão do TSE e do próprio STF. Felizmente, que o período de presidência de Gilmar no TSE já está chegando ao fim e no ano que vem será substituído por Fuiz Fox, um dos ministros mais brilhantes do STF, autor do NPCC, independente e muito sensato, porém rígido na hora de votar porque seus pensamentos são sempre os mais, diria, revolucionários, avançados e progressistas.

Fox vai conduzir o processo eleitoral presidencial de 2018. A disputa será acirrada na corrida eleitoral, fora e dentro da justiça. Até porque no dia 24 de janeiro de 2018, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região, sediado em Porto Alegre, pautou o processo contra Lula e a 8ª turma, composta por três desembargadores, não vai dar moleza para ex-presidente e confirmará a sentença do juiz Sérgio Moro, porém os recursos dos advogados de Lula possivelmente vão parar no TSE, do qual o ministro Luiz Fox vai conduzir com imparcialidade e neutralidade, assim espero, pois se fosse Gilmar Mendes que estivesse encarregado de decidir o caso, Lula já poderíamos prever uma derrota em todas as instâncias depois da decisão do TRF4ª tomará no próximo dia 24 e janeiro.

Texto: Ronan Almeida de Araújo é proprietário do site Girocentral e jornalista registrado no Ministério do Trabalho sob o número 431/98/RO.


Veja também sobre POlitica Brasil
Loading...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9992-49411

atendimento@planetafolha.com.br

Permitida a reprodução com citação da fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato!
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo