Banner juvino publicidade

Artigos

Artigos 07/03/2018 22:49 Fonte: Planeta Folha - por Professor Polini

Dia Internacional da Mulher - por Prof. Polini

“Mulher é grandeza. É distinção. Mulher é ímpar. É sedução. Ser mulher é fazer parte de uma história de luta e de conquista, uma história rica em personagens que gritam a verdade do íntimo de cada um de nós. Não há mulher maior do que qualquer uma, tal como não existe algum ser maior que qualquer mulher. Se há justiça no mundo, ela se deve a todas as mulheres que do nada construíram o tudo”.

HISTORIANDO...

No dia 08 de março de 1857, em Nova Iorque - EUA, em uma fábrica de tecidos, operárias decidiram fazer greve para reivindicar melhores condições de trabalho, pois cumpriam jornada de 16 horas diárias, e também solicitavam equiparação salarial com os homens que chegavam a ganhar três vezes mais exercendo a mesma função. A greve, porém, não foi bem sucedida. Como forma de represália trancaram as mulheres dentro da fábrica e incendiaram, fazendo com que mais de 100 mulheres morressem carbonizadas.

Foi em 1910 que, após uma Conferência Internacional Feminina, na Dinamarca, onde abordaram diversos assuntos, que decidiram homenagear as mulheres que morreram carbonizadas no 08 de março de 1857.

Mesmo passado tanto tempo, ainda nos dias de hoje mulheres são “carbonizadas” em diversas situações como violência doméstica, exploração sexual, falta de atendimento médico especializado, entre outras, mas posso dizer que nós mulheres somos mulheres batalhadoras, guerreiras, somos “mulheres de ferro”.

Quantas de nós cumprem a jornada de trabalho com competência e eficiência o dia todo, para depois chegar em casa e iniciar o “segundo turno” com a mesma disposição e ainda mais dedicação. Lavar, passar, cozinhar... olhar os cadernos dos filhos, perguntar como foi a aula, se tem tarefa, e auxiliá-los na realização da lição de casa. É nossa casa, nossos filhos, marido... nossa família! E por isso, além de competência e eficiência, devemos realizar com muito carinho e amor!

Algumas famílias podem contar com HOMENS de verdade. Apoiam suas esposas, auxiliam nas tarefas domésticas, no cuidado com os filhos, e quando chega a noite, mesmo cansados, encontram um tempo para conversar, assistir a um filme juntos e brincar com as crianças... Esse sim merece meu respeito!

Mas a maioria das mulheres ainda tem que dar conta de tudo sozinha. Por algum motivo não tem o companheiro ao seu lado para dividir os afazeres, se tornando as famosas “chefes do lar”, as verdadeiras “mulheres de ferro”. Têm dupla jornada de trabalho, sustentam a casa, levam e buscam os filhos na escola, participam da reunião de pais, levam as crianças ao médico, educam com esforço e dedicação e ainda com toda paciência do mundo acolhem seus filhos quando passam por alguma dificuldade. Tentam proporcionar à sua família tudo do bom e do melhor, dentro de suas condições. E quando surge algum problema, querem resolvê-los o mais rápido possível e fazem isso com “classe” e principalmente de cabeça erguida!!!

Externo este texto para todas às professoras, amigas, às leitoras deste site a todas as mulheres. Em especial à minha esposa Andréia Borghesan, minha filha Emanuela Regino Polini, a minha irmã Samara Izabel Fernandes, minha avó Kátia Benvenutti e a minha mãe Vânia Polini.


Cargando...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9842-96737

atendimento@planetafolha.com.br

2016 - 2018: Planeta Folha é uma publicação de Planeta Folha - ME. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização por escrita da direção, mesmo citando a fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato! ou fale diretamente com nossa redação - (Fale conosco pelo WhatsApp)
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo