Banner juvino publicidade

Artigos

Artigos 11/02/2018 23:46 Fonte: Planeta Folha - por Dr. Ronan Almeida de Araújo

Mirandão e a maioria dos vereadores decretam o falecimento da educação no município de Costa Marques

Ontem à noite, no auditório da Secretaria Municipal de Educação na cidade de Costa Marques, por maioria, a Câmara de Vereadores aprovou uma lei complementar que corta a “milionária” gratificação dos professores. O valor dessa “espetacular” gratificação gira em torno de R$ 400,00 (quatrocentos reais), dinheiro esse que representa menos da metade do salário-mínimo. Mas diante de um salário que os professores de Costa Marques recebem, essa importância representa um valor considerável, uma vez que a classe tem um dos piores salários de Rondônia. Como Mirandão é pecuarista, talvez nunca se interessou pela educação porque prefere investigar em gado do que no seu próprio ensino. O prefeito, com essa medida de tirar essa miséria de gratificação dos pedagogos de Costa Marques, decretou o falecimento da educação no município. O velório está sendo relacionado no plenário da Câmara de Vereadores da cidade. A professora Kréfia Gonçalves, secretária municipal de Educação e esposa do prefeito, convida toda a população para comparecer no velório e aproveitam também para avisar que o enterro da educação será amanhã no cemitério de Costa Marques às 10:00 horas. Foram escolhidos os seguintes vereadores que vão carregar o caixão: Molhamed, Maurinho, Fabiano, Neusa e Bugão, que foram os autores do crime que matou o ensino no município aprovando a lei complementar para tira essa gratificação “fantástica”, que estava onerando a folha de pagamento dos “sofressores”.

O prefeito e a primeira-dama de Costa Marques comunicam que em sinal de respeito à morte da educação, é necessário que o povo vista-se de preto pela morte precoce do ensino que Mirandão e Kréfia se esforçaram muito para que o  óbito do ensino não ocorresse tão cedo porque acham que ainda conseguem nos três anos para concluir o mandato do atual gestor (espero que seja o último de sua vida), poderá existir a ressurreição da educação com a volta da gratificação até 2020. Infelizmente é muito tempo de governança antes de encerrar o seu "memorável trabalho pela educação" em Costa Marques. 

Os moradores do distrito de São Domingos, onde o prefeito tirou 80% dos votos e desejam comparecer no enterro da educação amanhã no cemitério local, serão disponibilizados ônibus de graça. Os professores estarão em peso no cemitério e vão dar o último adeus à educação em Costa Marques. O prefeito pede às pessoas que estarão no cemitério amanhã, não levar os pais e os alunos que estavam estudando nas escolas do município porque como a comoção está sendo muito forte, pode ser que alguém passe mal e como o hospital não tem SAMU, os pacientes (pais e alunos) correm o risco de vida, que podem inclusive vim a óbito no local e sejam enterrados juntamente com a educação.

O prefeito e a primeira-dama comunicam à população de Costa Marques que as três bandeiras, quais sejam, do município, do Estado de Rondônia e do Brasil, serão substituídas por uma de cor preta e o hasteamento ocorrerá na quarta-feira de cinzas, após o carnaval, e todas as autoridades serão convidadas, principalmente os vereadores que mataram a educação no município. A autoridade policial iniciará na próxima semana abertura de inquérito policial e os “nobres representantes do povo” que endossaram a morte da educação, certamente serão enquadrados no art. 121 do CP (matar alguém). Eles vão responder o processo em liberdade, porém estão impedidos de sair do município. O júri deverá acontecer em outubro de 2020, quando vai ter eleição para prefeito e vereador. Os membros do corpo de jurados (os eleitores) darão seu veredito, ou seja, se absolvem ou condenam os réus. Como os parlamentares não tiveram bom comportamento durante o exercício de seus mandatos, a pena que eles receberão deverá ser a mínima possível: derrota nas urnas de todos aqueles que estão envolvidos no crime, a saber: prefeito, mulher do prefeito, procurador-geral do município, Raimundinho, chefe de gabinete da prefeitura, e, principalmente, os vereadores que orquestraram a prática do crime contra a vida do cidadão chamada educação, a arte de mudar, de transformar, sendo a única capaz de fazer desse país uma grande nação.

Texto: Ronan Almeida de Araújo é proprietário do site Giro Central e jornalista registrado no Ministério do Trabalho sob o número 431-98-RO.


Cargando...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9842-96737

atendimento@planetafolha.com.br

2016 - 2018: Planeta Folha é uma publicação de Planeta Folha - ME. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização por escrita da direção, mesmo citando a fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato! ou fale diretamente com nossa redação - (Fale conosco pelo WhatsApp)
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo