Banner juvino publicidade

Artigos

Politica 17/11/2017 18:47 Fonte: Planeta Folha - por Dr. Ronan Almeida de Araújo

Caravana do pires na mão foi eleitoreira e prefeitos precisam aprender a receita caseira

A Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia realizou no dia 14.11.2017 em Porto Velho sessão ordinária com 40 prefeitos para “auxiliar” no fechamento das contas dos municípios às constantes reduções na participação dos repasses em âmbitos estadual e federal.

Na verdade, no meu ponto de vista, a dita reunião foi simplesmente eleitoreira, uma vez que o presidente do poder legislativo estadual, deputado Maurão de Carvalho (PMDB) foi anunciado pela cúpula do partido como candidato na sucessão do carequinha comedor de pequi Confúcio Moura, nascido na cidade de Dianópolis (T0), ex-território de Goiás até 1988, quando o governador goiano era Henrique Santillo (PMDB), também médico, oriundo da cidade de Anápolis (GO).

Na reunião com os prefeitos, Maurão dissera que “é muito difícil ser prefeito nos dias de hoje e há municípios que perderam quase a metade do que era repassado e alguns chefes do poder executivo municipal entraram em depressão por não conseguir fazer o que haviam se proposto”. Essa chiadeira dos prefeitos é o resultado da política do presidente da República, Michel Temer (PMDB), que cortou quase pela metade o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), pois o país quebrou devido às roubalheiras praticadas pelos próprios líderes do “maior partido nacional”. Veja o que está acontecendo no Rio de Janeiro: o Ministério Público Federal e a Polícia Federal descobriram um rombo no orçamento do governo estadual na ordem de 9 bilhões de isenções fiscais e renúncias tributárias a várias empresas que estavam oferecendo propina a Cabral, ex-governador, Jorge Picciani, presidente da Assembléia Legislativa Estadual, e alguns deputados estaduais.

Os 52 prefeitos de Rondônia precisam aprender a receita caseira, ou seja, parem dessa imbecilidade de “pires na mão”, viajando quase toda semana para Porto Velho e Brasília, uma vez que muitos deles fazem isso para comer dinheiro do contribuinte com diárias no sentido de duplicar o seu próprio salário. Precisam ser inteligentes e comecem a fazer o dever de casa, chamando a comunidade a ser parceira na administração da prefeitura, promovendo sempre audiências públicas para dar transparência do dinheiro que existe em caixa e como ele é usado para cobrir as despesas da administração pública, se possível, mensalmente. Prefeito honesto não precisa mendigar para administrar seu município e nem deve aceitar chantagem de vereador corrupto que há em quase todas as câmaras. A transparência da contabilidade e do orçamento da prefeitura é a chave do sucesso de qualquer prefeito. Mostre à comunidade quanto o município arrecada e quanto gasta todo mês com provas documentais e exemplo de seriedade que vocês conseguirão levar seus mandatos até 2020, sem ilusão e de promessas de deputados estaduais, federais e senadores que anunciam emendas as quais nunca chegam ao seu destino. E é isto que eles mais gostam de fazer, como tem feito o atual presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia que está visitando alguns municípios para propagar emendas como estas: “Maurão de Carvalho participa de ação em setor chacareiro e anuncia emenda de R$ 100 mil”; “Maurão de Carvalho anuncia emenda para tapa-buracos em Pimenta Bueno”; “Maurão anuncia emenda de R$ 200 mil para circuito de segurança no Orgulho do Madeira”; “Maurão de Carvalho anuncia emenda de R$ 300 mil para Rolim de Moura”; “Maurão de Carvalho destina emenda da Assembleia Legislativa no valor de R$ 150.000,00 para Costa Marques”.

Ninguém é bobo: Maurão está em campanha eleitoral antecipada, infringindo a legislação. O poder judiciário precisa tomar medidas contra ele no sentido de impedi-lo de continuar agindo dessa forma, usando seu cargo de chefe do poder legislativo estadual para divulgar seu nome às eleições de 2018. E o pior é que muitos chefes do poder executivo municipal embarcaram nesse proselitismo de Maurão que aos poucos está transformando a Assembleia Legislativa como comitê fazendo de certos prefeitos como cabos eleitorais à sucessão de Confúcio Moura.

Texto: Ronan Almeida de Araújo é jornalista do site Giro Central registrado no Ministério do Trabalho sob o número 431/98/R0.


Loading...
Loading...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9842-96737

atendimento@planetafolha.com.br

2016 - 2018: Planeta Folha é uma publicação de Planeta Folha - ME. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização por escrita da direção, mesmo citando a fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato! ou fale diretamente com nossa redação - (Fale conosco pelo WhatsApp)
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo