Anigif  3

Artigos

Força e fé! 19/10/2017 16:49 Fonte: Planeta Folha - por Dr. Ronan Almeida de Araújo

Meus inimigos me fortalecem - por Dr. Ronan Almeida de Araújo

Resolvi hoje escrever este texto sobre o título “Meus inimigos me fortalecem” porque no dia 18/10/2017 aconteceu um fato interessante comigo. Minha esposa, que é advogada, acordou às cinco da manhã para viajar até Ouro Preto participar de uma audiência sobre pensão por morte de uma ação previdenciária em desfavor do INSS. Eu também viajei para Nova Brasilândia participar de outra audiência. Voltei para São Miguel às 11:00 horas e trabalhei no meu escritório até às 13:00 horas. Fui para casa e às 15:00 horas voltei para Costa Marques. Mas antes, passei em Seringueiras, para visitar alguns clientes. Depois fui para São Francisco resolver um caso pessoal e de lá continuei minha viagem e tive de passar na casa de duas clientes para atendê-las no distrito de São Domingos. Chequei em Costa Marques às 20:00 horas e fui jantar no Hotel Amazonas. De repente, apareceu uma pessoa perguntando se eu sou o doutor Ronan, ex-procurador do município de Costa Marques. Eu disse que sim e ele se apresentou informando que é o doutor Valmir, que veio me substituir na procuradoria. Ficamos conversando por mais de duas horas sobre a situação do município de Costa Marques e as dificuldades que a atual administração está tendo para colocar em dia a questão financeira, devido à grande dívida herdada pelo prefeito Mirandão. Conversa vai, conversa vem e assim falamos de outros assuntos, como a realidade política brasileira e as dificuldades dos advogados em sobreviverem diante da conjuntura nacional. Dois advogados conversando não falam de outro assunto: sempre sobre direito, jurisprudência, decisões polêmicas das cortes brasileiras, conflitos jurídicos entre os poderes, entre tantos assuntos do mundo do direito.

Pois bem. No dia seguinte, dia 19/10/2017, acordei às 07:00 horas e liguei meu celular e recebi uma mensagem de uma das melhores amigas que tenho em Costa Marques, que me mandou também duas fotos tiradas no Hotel Amazonas, por uma pessoa desconhecida, mostrando a minha pessoa com o doutor Valmir conversando. Certamente que não foi minha amiga que tirou as fotos, pois ela na hora do registro fotográfico, se encontrava em outro lugar, e logo imaginei que se tratava de uma pessoa que tem inveja de mim e me odeia. As duas fotos foram postadas em um grupo de Costa Marques pela pessoa que as tirou querendo, talvez, fazer a seguinte indagação: “O que esses dois advogados estão conversando?”. 

Escrevo isso para vocês para compartilhar como deve ser difícil a vida de uma pessoa invejosa, de rancor profundo e de comportamento doentio, tirando foto de duas pessoas conversando. Qual o objetivo desta pessoa? Porque age assim e por qual interesse? Se foi para me prejudicar, vai ter de tirar milhões de fotos minhas, pois se o propósito da pessoa que me fotografou foi atingir minha imagem, coitada, não vai conseguir, porque se existe uma pessoa que tem inveja de mim, tem centenas de pessoas que gostam de mim. Então, procure outra coisa pra fazer e tire foto de outras pessoas, porque essa sua atitude de querer me prejudicar, está tendo efeito ao contrário, porque quem age na surdina é gente psicopata e infeliz na vida profissional e amorosa. 

Apesar de não ocupar nenhum cargo público, que tem o dever e obrigação de prestar conta à sociedade, não gosto muito de privacidade, isto é, meus atos são transparentes e minha vida familiar, profissional e social sempre foram pautadas no princípio do respeito ao próximo. Para quem não me conheço, vão aqui algumas informações sobre minha pessoa: nasci numa cidade chamada Lagoa da Prata, MG. Não vou falar minha idade para manter sua curiosidade. De Minas, mudei para Goiânia, onde tive minhas primeiras formações acadêmicas. Tive a felicidade de concluir ter cursos universitários. Sou casado e tenho três filhos, que são os mais lindos do mundo. Duvido que exista um adolescente mais lindo que meu filho. Minhas duas filhas são mais bonitas do que a Cinderela. Pai coruja é assim. Amo minha família e adoto a religião católica. Além da advocacia, também exerço, por vocação e não por dinheiro, o jornalismo, escrevendo o que vem à minha cabeça, menos assuntos não educativos, que vocês sabem quais são. 

Certamente a pessoa que me fotografou ontem com um amigo em um hotel jantando no Hotel Amazonas, possivelmente vai ler este texto e espero que morra de inveja e se você precisar de tratamento com um psiquiatra, liga para mim que indicarei um grande profissional para lhe ajudar a curar dessa doença chamada inveja, porque você que me considera minha inimiga, me fortalece e sem você minha vida não tem sentido, isto é, quanto mais se preocupa com a vida minha vida, mais está destruindo sua vida e não se esqueça que o momento que passamos aqui na terra é passageio e nossa maior missão é a construção de amigos, que é a maior virtude do senhor humano. Então “colega” que me fotografou, pense que um dia você poderá ser diferente, mudando de comportamento e seus ideais sejam voltados ao respeito às pessoas. Não perca tempo com coisas fúteis e sua vida será totalmente diferente, cercada de amigos que lhe querem bem, como eu. Que Deus ilumine seus pensamentos e tenha visão diferente do ser humano e seus sonhos se realizarão, porque somos todos iguais. São os seus defeitos que nos diferenciam.   

Texto: Dr. Ronan Almeida de Araújo. Advogado e jornalista em Costa Marques.


Veja também sobre Politica Artigos
Loading...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9841-29772 - (69) 9937-71115

atendimento@planetafolha.com.br

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo