Artigos

Artigos 09/10/2017 19:35 Fonte: Planeta Folha - por Prof.POLINI

O Dia das Crianças - por Prof. Polini

O “Dia das Crianças” é uma das principais datas para o comércio local. Os pais vão às lojas para agradar seus filhos, comprando os presentes conforme suas condições financeiras, enquanto os comerciantes ficam na expectativa do que irão ganhar. Os pais enchem seus filhos de presentes, principalmente brinquedos eletroeletrônicos - aparelhos que muitas vezes não são compatíveis com a real idade deles. Afinal, quando teve origem esta comemoração? Historiando: No Brasil, é celebrado todo dia 12 de outubro desde 1924, após ter sido aprovado um projeto do deputado Galdino do Valle Filho.  O nosso país foi um dos primeiros a ter uma data especialmente dedicada às crianças, a Unicef(Fundo das Nações Unidas para a Infância) estabeleceu uma data Internacional, apenas em 1959. 

Philippe Ariès, historiador francês cita que o conceito de infância, ou criança, tal como o concebemos nos dias atuais, foi socialmente construído a partir do século XVIII. Na Pedagogia Moderna, as primeiras teses também são datadas deste mesmo século. Com sua obra Emílio, de Jean-Jacques Rousseau, começa a pensar as crianças de acordo com as singularidades físicas, cognitivas e sociais que elas apresentavam. Assim, pautas como o desenvolvimento da estrutura corporal e do aprendizado escolar de acordo com a idade começaram a entrar nas discussões políticas, sobretudo após a Revolução Francesa (1789 a 1799). Rousseau descreve em um romance pedagógico, a educação de Emílio. Em sua concepção o homem nascia naturalmente bom e, que a sociedade é quem o corrompia, tornando-o mau. O principal objetivo é evitar que as crianças se tornassem más, e se tornassem  adultos bons.

Com a crise social deflagrada pela Primeira Guerra Mundial (1914 a 1918), milhares de crianças ficaram órfãs e abandonadas, desta maneira as reflexões sobre a infância tornaram-se ainda mais relevantes e incisivas. Foi nesse contexto que muitos países começaram a realizar congressos dedicados à criança. Neste contexto, o projeto de Galdino foi aprovado, e o presidente Arthur Bernardes oficializou o Dia da Criança por meio do Decreto n. 4867, de 05 de novembro de 1924. Entretanto, a data não suscitou de imediato a aclamação popular. Seriam necessários cerca de 30 anos para que o Dia das Crianças entrasse no “gosto do povo” no Brasil. Isso aconteceu a partir de 1955, quando a marca Estrela, de fabricação de brinquedos, deu início a uma campanha nacional para a venda de seus produtos intitulada “Semana do Bebê Robusto”. A campanha consistia em valer-se do Dia da Criança como mote de vendas. Dez anos depois, em 1965, foi à vez da empresa Johnson & Johnson dedicar-se ao mesmo tipo de projeto, com a campanha “Bebê Johnson 65”. A partir de então, o Dia da Criança, que havia sido criado em 1924, passou a ser disseminado em todo o território do país.

E você, caso tenha uma criança, como tem lidado perante a esta situação? É público e notório que as crianças ficarão felizes com presentes, mas isso não é suficiente. Elas precisam da presença dos pais e/ou responsáveis e não devemos usar desculpas como “não tenho tempo”; “chego tarde em casa”; ou ainda “estou sempre cansado, pois trabalhei o dia todo”. Essa é a realidade de pais e também muitas mães de família que trabalham fora o dia todo e quando chegam a casa, ainda tem que cumprir uma “segunda” jornada de trabalho, além de cuidar, dar atenção aos filhos e auxiliá-los nas atividades escolares.

Então, neste “Dia das Crianças”, ofereça aos vossos filhos(as), o melhor presente que eles merecem ganhar: VOCÊ!

Comemore você também esse dia, pois todo adulto tem uma criança adormecida dentro de si!

Feliz Dia das Crianças!

Prof.POLINI
Licenciado em Geografia e História

Especializado em Gestão e Educação Ambiental

Professor da Rede Estadual de Ensino  RO.


Veja também sobre Artigos

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9841-29772 - (69) 9937-71115

atendimento@planetafolha.com.br

Planeta Folha nas redes sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo