Artigos

Artigo 17/09/2017 20:14 Fonte: Planeta Folha - por Dr. Ronan Almeida de Araújo.

Infidelidade conjugal: não existe dor maior na vida de um casal que se propõe a amar eternamente

Falar deste assunto infidelidade conjugal é a maior tristeza para mim porque nunca achei que o amor é o maior do compromisso entre duas pessoas que se propõem a amar eternamente.

Quando casamos, temos de pensar que assumimos a responsabilidade de não ter relação sexual com outra pessoa. Não é fácil. É uma luta diária.

O casamento exige renúncia e desejo de não cobiçar a mulher do próximo ou a mulher com intenção de sair com outro homem, que não seja seu próprio esposo. Quando ocorre a traição no casamento, você está traindo sua família, seus filhos, seu sogro, sua sogra e seus amigos.

Hoje os maiores crimes cruéis estão relacionados à traição, com notícias que bombam nas redes sociais diariamente. Homem matando mulher e mulher matando homem porque se descobriu que um traiu o outro. Existe fidelidade conjugal que dura para sempre em um relacionamento que dá exemplo de que é possível ter sexo somente entre duas pessoas que se respeitam.

Amar é você ser fiel, a maior exigência para um casamento duradouro. Não adianta dizer que ama sua mulher, mas trai a companheira ou vice-versa. Quem ama, de verdade, não tem essa de fazer sexo com a mesma pessoa é monótono, é repetitivo, é chato, etc.

O casamento é um sacramento e um compromisso acima de tudo com Deus. Ser infiel no casamento é uma traição a Deus, porque Ele se afasta da família e o divórcio quase sempre é eminente. Imagine um casal há 30 anos vivendo juntos com vários filhos e resolve romper essa longa vida a dois?

O recomeço com a constituição de outra família quase se transforma numa decepção porque dura pouco tempo e a depressão e o isolamento levam até mesmo ao suicídio, como vemos casos de pai que mata ex-mulher, os filhos e ceifa sua própria vida.

Portanto, lute para construir uma família que não aceita a infidelidade conjugal e procure amar seu companheiro ou companheira como a mais preciosa riqueza, maior do que qualquer objeto material. 

Dr. Ronan Almeida de Araújo.


Veja também sobre Artigo

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9841-29772 - (69) 9937-71115

atendimento@planetafolha.com.br

Planeta Folha nas redes sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo