Agricultura

Rondônia Rural Show 29/05/2017 11:50 Texto: Vanessa Moura - Fotos: Ésio Mendes; Secom - Governo de Rondônia

Do achismo à tecnologia de precisão, agronegócio avança em Rondônia com irrigação otimizada

Quem trabalha com agricultura em Rondônia já sabe: o verão amazônico castiga. O sol forte e as poucas chuvas são ameaças para o resultado da colheita. Mas não é necessário muito para conseguir uma irrigação precisa. É o que aponta o engenheiro agrônomo da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) Regional de Ji-Paraná, Antônio Ferreira de Sousa.

A Estação Agrometeorológica foi uma das atrações da Vitrine Tecnológica da 6ª Rondônia Rural Show. ‘‘A estação mede a velocidade do vento, radiação solar, a quantidade de chuva; temperatura e umidade relativa do ar. Esses dados são o que eu preciso para calcular o consumo de água dessas plantas. O que chamamos de evapotranspiração’’, explicou o engenheiro agrônomo.

A medida é importante para o manejo da irrigação. ‘‘Isso permite que o produtor forneça para a planta apenas a quantidade de água que ela necessita. Uma irrigação deficitária onde você coloca menos água do que a planta necessita terá perda da produtividade. Agora se você colocar água a mais tem perda da produtividade, da energia elétrica e de adubos’’, afirmou.

Outro método para otimizar a irrigação é o sistema radicular. De acordo com o engenheiro agrônomo, é possível controlar a umidade e fertilidade do solo através da medição em três profundidades. Desta forma se alcança a informação se o aporte de nutrientes está classificado como ótimo ou deficitário.

Outro método ainda mais simples também é um aliado do agricultor, o tanque classe A. Ele mede a evaporação da água através de um parafuso micrométrico existente na parte central do equipamento.

‘‘Sem isso os produtores trabalham com base no achismo, e a tecnologia vem para isso, para termos uma agricultura de precisão com uma irrigação no momento e na quantidade certa’’, avalia.

Tecnologias que despertaram atenção dos visitantes da 6ª Rondônia Rural Show. ‘‘Tanto agricultores quanto estudantes de escolas técnicas, filhos de agricultores, passaram pela Vitrine Tecnológica da Emater’’, contou.

O interesse é justificado. ‘‘Em uma situação crítica o uso dessas tecnologias pode ajudar a otimizar a produção em até 80%, e em alguns casos sem esse uso pode ocorrer uma perda total da colheita’’, apontou.


Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9841-29772 - (69) 9937-71115

atendimento@planetafolha.com.br

Planeta Folha nas redes sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo