Banner juvino publicidade

Acre

Movimento! 03/03/2018 08:01 Fonte: G1 de Rondônia

Tráfego na BR-364 é liberado após mais de 12h de bloqueio entre RO e AC

Congestionamento teve vários quilômetros, segundo Polícia Rodoviária Federal. Trecho interditado dá acesso ao estado do Acre.

A BR-364 foi fechada por mais de 12h, nesta sexta-feira (2), na altura do distrito de Abunã, a aproximadamente 300 quilômetros de Porto Velho (RO). Segundo um dos coordenadores do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), Francisco Kevin da Silva, moradores da comunidade queriam que fosse cumprida uma determinação inicial da Agência Nacional de Águas (ANA) de realocação da comunidade de Abunã. O bloqueio terminou às 18h30.

Na tarde desta sexta-feira, o MAB liberou o tráfego de veículos por uma hora, entre 13h e 14h, porém voltou a fechar a rodovia.

O tráfego na rodovia só foi normalizado após o MAB conseguir marcar uma negociação com o superintendente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para tratar da realocação da comunidade.

A reunião vai ser realizada em breve, Porto Velho, por uma videoconferência com o Ibama em Brasília (DF).

O protesto começou por volta das quatro da manhã desta sexta-feira, próximo à divisa com o estado do Acre. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), cerca de 300 pessoas estão mobilizadas na manifestação e o congestionamento já chega a um quilômetro.

Recentemente a Energia Sustentável do Brasil (ESBR), responsável pela hidrelétrica de Jirau, conseguiu derrubar uma decisão da Agência Nacional de Água (Ana) que determinava a retirarada de ribeirinhos do Rio Madeira para outra área longe da usina, em Porto Velho.

Em nota, a ESBR informou que "estudos técnicos de alta qualidade, desenvolvidos por consultores independentes e especializados, com base nos monitoramentos realizados na bacia do Rio Madeira, demonstram que não existe a necessidade de relocação da comunidade de Abunã, pois a UHE Jirau não influencia o regime de cheias do Rio Madeira nesta localidade."

A ESBR informou ainda que iniciou o cadastramento socioeconômico em Abunã e que a maioria dos moradores da localidade não tem registro de moradia na região nos últimos anos e que está tomando todas as providências pra anular em definitivo a decisão da Agência Nacional de Águas (ANA), que determina a relocação de Abunã.


Loading...
Loading...

Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9842-96737

atendimento@planetafolha.com.br

2016 - 2018: Planeta Folha é uma publicação de Planeta Folha - ME. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização por escrita da direção, mesmo citando a fonte. Os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus respectivos autores. As pessoas citadas nos conteúdos têm direito de resposta garantida. Dúvidas entre em contato! ou fale diretamente com nossa redação - (Fale conosco pelo WhatsApp)
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo